28 de fevereiro de 2021

Conteúdo Estadão

BRASÍLIA – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, apontou que houve uma de 19% no número de roubos de carga e de 49% no número de roubos a ônibus, entre 11 de março a 12 de abril deste ano, por conta das restrições no tráfego em rodovias brasileiras durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Houve, ainda, diminuição no número de acidentes e mortes nas estradas.

Moro divulgou a informação nesta segunda-feira, 13, com base em dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante entrevista coletiva no Palácio do Planalto, para atualizar as ações do governo federal relacionadas à pandemia. “A pandemia gera dificuldades logísticas aos criminosos também”, comentou Moro.

O número de acidentes apresentou uma queda de 28%, além de uma redução de 7% em mortes nas estradas, entre março e abril deste ano, segundo o ministro da Justiça.

“O dado, pelo menos um efeito lateral (do novo coronavírus) que é positivo, decorre da diminuição do transporte rodoviário no âmbito das rodovias federais”, afirmou Moro.

Moro disse também que a diminuição nos casos graves foi de 23%, no mesmo período. O número de feridos em acidentes também apresentou uma queda de 30%.

“Isso também tem um efeito salutar no sentido de diminuir a pressão do atendimento médico, inclusive em UTIs (Unidade de Atendimento Intensivo), dessas pessoas que sofrem infelizmente esses acidentes. É claro que essa queda, a causa dela não é tão alvissareira, porque o motivo principal é a diminuição do tráfego nas rodovias, mas pelo menos algo positivo desse cenário”, disse em outro momento.