A ‘pele negra e indígena’ da voz amazônica de Marcia Siqueira em registro biográfico literário

Mencius Melo – Da Revista Cenarium

MANAUS – Segunda, dia 28, acontecerá no Centro Cultural Palácio da Justiça, nº 901, Centro de Manaus, a partir das 16h, o lançamento da biografia autorizada da cantora amazonense Marcia Siqueira. Intitulada ‘Marcia Siqueira – A Voz da Floresta’ (Conexões Culturais 2020), a obra marca a incursão da jornalista Betsy Bell no mundo da literatura e de seu parceiro coautor Fabricio Nunes. Por conta do novo decreto, o evento será no formato live, transmitido no canal de Marcia Siqueira no YouTube.

A escritora Betsy Bell e o coautor Fabrício Nunes, com um exemplar de ‘Marcia Siqueira – A Voz da Floresta (Reprodução/Divulgação)

Marcia Siqueira é uma das mais festejadas vozes do panteão musical amazonense, por isso Betsy Bell resolveu escrever sobre a vida e obra da intérprete. O projeto foi selecionado pelo Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). Na apresentação da live, estará a jornalista Baby Rizzato.

Prestes a completar 35 anos de carreira, a cantora que é natural de Manaus (AM), é um arquivo de histórias e memórias em que perpassam as cenas que compuseram e compõe o álbum da produção musical no Amazonas nas últimas três décadas. Em resumo: Marcia Siqueira é história viva e tem muito para contar, por isso a obra de Betsy Bell e Fabricio Nunes é preciosa.

Marcia – a mulher

Mas, ainda que ancorada na vida e arte de Marcia Siqueira, a jornalista desnuda em sua obra, as faces da artista. “Conhecemos a excepcional Márcia cantora, a artista que domina os palcos como poucos e que é referência musical no Estado, mas neste trabalho de pesquisa e de horas de entrevistas, fomos buscar a mulher, a mãe, a guerreira”, detalhou Betsy.

Betsy Bell. De jornalista experiente à escritora estreante em biografia autorizada de Marcia Siqueira (Reprodução/Divulgação)

Ainda de acordo com Betsy, Marcia é o resultado de seu próprio esforço. “Ela desde sempre queria cantar e não mediu esforços, praticamente sozinha no mundo, para atingir seu sonho”, observou Bell. Para a escritora, a cantora ainda tem muito a contribuir. “Além de ser uma artista com múltiplos talentos, a história da Márcia continuará e seguirá sendo feita por muitos anos”, previu.

Em trechos do livro, Betsy mostra histórias da cantora desconhecidas do grande público como a origem do talento para cantar, revelado no seio de uma família evangélica, a descoberta do canto aos quatro anos de idade, adolescência e juventude, vida fora do Amazonas e o retorno à Manaus para se tornar a mais incensada cantora do estado.

Parceria

Betsy Bell é jornalista com mais de quinzes no mercado amazonense. É empresária do ramo da comunicação e atualmente estuda história na Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Já Fabricio Nunes é jornalista e produtor cultural com larga experiência na cena artística do Amazonas. Betsy Bell assina a obra que tem a coautoria de Nunes.

Jornalista e produtor cultural, Fabricio Nunes foi o suporte para o registro sobre vida e arte da cantora amazonense Marcia Siqueira (Reprodução/Divulgação)

  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO