Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações do Infoglobo

BRASÍLIA – O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) Davi Alcolumbre (DEM-AP) sinalizou a aliados que a novela sobre a sabatina de André Mendonça está perto de acabar. Em conversas com parlamentares, Alcolumbre disse que deve definir, até a próxima segunda-feira, a data da sabatina do indicado de Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A notícia já chegou ao Palácio do Planalto, que espera a análise do nome de Mendonça na primeira semana de dezembro. Integrantes do governo sabem que a votação será apertada. Há a possibilidade da sabatina acontecer durante o esforço concentrado de votações da Casa, entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro.

Alcolumbre tem dito a colegas que, na sua conta, há cerca de 50 votos contra a indicação de Mendonça. O senador deixa claro, no entanto, que sabe que esse placar pode mudar e que a prioridade é resolver o imbróglio.

O indicado de Bolsonaro aguarda, há mais de quatro meses, a análise de seu nome na CCJ, presidida por Alcolumbre. Por isso, cabe a ele marcar a data para a sabatina. Após esse passo, o seu nome será votado no plenário da Casa.