Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
24 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Luís Henrique Oliveira – Da Revista Cenarium*

MANAUS – O Amazonas alcançou a 12ª colocação no Ranking de Transparência no Combate à Covid-19, que analisa a forma em que órgãos de saúde divulga sobre contratações emergenciais no período da pandemia. Os dados foram repassados nesta segunda-feira, 29, e são considerados um importante instrumento de promoção do controle social. O Estado aparece ao lado de São Paulo e Rio Grande do Sul. Já a capital amazonense também obteve ótimo desempenho ficando em segundo lugar na colocação entre as capitais.

De acordo com a atualização do ranking, 12 estados e 15 capitais brasileiras que tiveram avaliação Regular ou Péssima há um mês, passaram para as categorias Bom ou Ótimo. “Fomos procurados por prefeituras e governos estaduais do Brasil inteiro, interessados em melhorar e aumentar a transparência das informações que fornecem, mas também porque sabiam que estariam sob os holofotes novamente na segunda rodada”, conta o coordenador de pesquisa da Transparência Internacional no Brasil, Guilherme France.

Ranking também mostra o desempenho entre as capitais do País. (Divulgação)

O Ranking

Lideram o ranking o Espírito Santo, entre os estados, e João Pessoa, entre as capitais. Ambos alcançaram 100 pontos. O Espírito Santo subiu 2 pontos em relação ao primeiro levantamento e João Pessoa subiu 11 pontos, na comparação com a pesquisa anterior. atingiu consolidaram sua liderança no comparativo, melhoraram ainda mais e atingiram a pontuação máxima: 100 pontos”, informa a ONG.

Após ter ficado em penúltimo lugar na primeira rodada de avaliação, o estado de São Paulo, subiu 57 pontos, atingindo 84,8 pontos. Com isso, deixou a classificação Ruim e passa para Ótimo. Outros destaques apontados pela Transparência Internacional foram, entre as capitais, Macapá, Manaus e Florianópolis. “Foram as [capitais] que mais melhoraram, com as duas cidades do Norte subindo 63 pontos e a do Sul, 62”, diz o levantamento.

Já Roraima, com 43 pontos, continuou tendo a pior colocação entre os estados, agora acompanhada pela Bahia (45,5 pontos) e pelo Rio de Janeiro (62). Porto Velho (39,2 pontos) e Boa Vista (40,5 pontos) são as capitais com a pior transparência.

(*) Com informações da Transparência Internacional.