Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
22 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Victória Sales e Marcela Leiros – Da Cenarium

MANAUS – A oferta de consultas e exames na rede pública de saúde do Amazonas vai aumentar em mais 98.461 procedimentos, segundo anúncio feito na manhã desta sexta-feira, 24, pelo governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). O Consulta+ e Examina+, que fazem parte do Programa Saúde Amazonas, vão expandir essa oferta e foram detalhados em coletiva no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz, na zona Norte de Manaus.

Os projetos iniciam com a oferta de 86.471 exames e serviços terapêuticos, além de 11.990 consultas a mais apenas, por enquanto, no Hospital Delphina Aziz. Os agendamentos acontecerão via Central Unificada de Regulação e Agendamento de Consultas e Exames (Cura) e o chefe do executivo estadual se comprometeu, durante o evento, a reduzir o tempo de espera da população pelos procedimentos.

“Essa estrutura [do hospital] tem 11 centros cirúrgicos que estão parados desde 2015, quando começou a funcionar. Levando em consideração que o hospital Delphina Aziz é referência no Brasil, a satisfação de quem é atendido aqui é acima de 90%. Quando eu assumi, tinha apenas dois andares funcionando dos seis que deveriam funcionar, com 10 leitos de UTI apenas. Hoje são 132 leitos de UTI ativos e, a partir de 1º de janeiro, a garantia para que o cidadão não espere por mais de 30 dias por um procedimento”, confirmou Wilson Lima.

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) (Reprodução/Facebook)

“O objetivo é ampliar o acesso a consultas e exames e tornar o tempo de espera bem curto e prometo a todos que, por determinação do governador e empenho de toda a minha equipe, nós vamos conseguir reduzir esse tempo para um tempo normal de 15 a 30 dias para você esperar para fazer esse exame”, pontuou ainda o secretário estadual de Saúde Anoar Samad.

O projeto Examina+ já está disponibilizando, apenas no Hospital Delphina Aziz, 3.320 sessões de fisioterapia. Já o Consulta + vai ofertar, a partir do início de outubro, também no Delphina Aziz, 11.990 consultas por mês, ajudando a desafogar a rede ambulatorial do Estado. Além de 8.370 consultas por mês em 15 especialidades médicas, serão ofertadas 3.620 consultas de ambulatório cirúrgico.

As consultas são nas áreas de cardiologia, dermatologia, endocrinologia adulto e infantil, reumatologia, gastroenterologia, nefrologia, neurologia adulto e infantil, otorrinolaringologia, pneumologia adulto e pediátrico, urologia e nutrição.

Cirurgias eletivas

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), a expansão da oferta de procedimentos será gradual, iniciando, agora, com a abertura do Hospital Delphina Aziz para a rede e continuará se expandindo, com a contratação em curso de novos serviços. O Governo do Amazonas ainda prepara o lançamento de um projeto para ampliar a oferta de cirurgias eletivas no Estado, o Opera+, que deverá utilizar a capacidade instalada do Delphina Aziz, com 11 salas cirúrgicas funcionando para realizar 1.265 cirurgias eletivas por mês.

A pandemia de Covid-19 levou o sistema de saúde no Brasil inteiro a suspender procedimentos ambulatoriais, como as consultas e exames, e cirurgias eletivas – não urgentes -, seguindo protocolos e recomendações do Ministério da Saúde (MS).