Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Victória Sales – Da Cenarium

MANAUS – A obra de ampliação da rodovia AM-010 pode intensificar a cadeia econômica de pelo menos sete municípios do interior do Estado. O lançamento do investimento, superior a R$ 366 milhões, ocorreu nesta quinta-feira, 12, e contou com coalização de prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais.

De acordo com o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), o trabalho tem investimento de mais de R$ 366 milhões. “Estamos iniciando uma obra muito significativa para o Estado do Amazonas. Hoje nós damos início à realização de um grande sonho”, explicou o governador.

Investimento

Wilson Lima afirmou que o governo do Estado vai realizar a maior intervenção na rodovia estadual em 40 anos com obras em 250,4 quilômetros. “Serão investidos mais de R$ 360 milhões de reais e desse total R$ 220 milhões são de uma emenda do senador Omar Aziz e mais de R$ 146 milhões do Governo do Amazonas”, destacou.

“Essa é uma rodovia fundamental para o desenvolvimento econômico, mas principalmente social, garantindo um direito de ir e vir do cidadão, é um direito de um aluno lá do município de Rio Preto da Eva poder pegar a AM-010 e poder chegar a uma escola, de um paciente poder sair do município de Itacoatiara e chegar aqui em Manaus em segurança”, salientou o representante.

Wilson Lima explica que a AM-010 foi pensada ainda no século XIX. A rodovia corta os municípios de Rio Preto da Eva, Silves e Itapiranga. Além disso, ela é caminho para outros municípios como: Urucurituba, Urucará e São Sebastião do Uatumã. 

Modernização

As obras na rodovia vão gerar mais de 10 mil empregos diretos e indiretos, que incluem a construção de um novo pavimento, implantação de acostamento e novas sinalizações horizontal e vertical. Além disso, a construção vai trazer um alargamento e terá 11 metros de largura, com acostamento de 1,5 metro de largura, além de terceiras faixas em 27 pontos críticos de ultrapassagem.

O prazo para a entrega da rodovia é de dois verões amazônicos, por isso, a previsão é no final de 2022.

Municípios que serão beneficiados com a ampliação da AM-010

1 – Itacoatiara

POPULAÇÃO

  • Cidade distante 176 quilômetros de Manaus, possui mais de 102 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE).

ECONOMIA

SERVIÇO

  • O município movimenta cerca de R$ 752 milhões por ano no setor de serviços.

AGROPECUÁRIA

  • A agropecuária movimenta cerca de R$ 463 milhões por ano. No setor produtivo da pecuária, o município possui uma diversidade de animais para produção de proteína e derivados.
  • O rebanho de galináceos é o predominante com 160 mil cabeças. O segundo maior é o rebanho bovino, com 85 mil cabeças. O terceiro é o bubalino com 17 mil cabeças.
  • Na aquicultura em 2019, o município chegou a produção de 500 mil kg tambaqui, 60 mil kg de matrinxã e 10 mil kg de pirarucu 10.000.
  • O valor de produção na aquicultura soma mais de R$ 5 milhões. Na fruticultura, destaque para a produção de abacaxi, uma produção de R$ 79 milhões.
  • O abacaxi da vila do Novo Remanso, em 2020 recebeu o registro de Indicação Geográfica dando ao produto um diferencial produtivo, destacando sua origem e qualidade.

INDÚSTRIA

  • As indústrias (de transformação, construção, transporte e armazenagem, de extração de madeira) instaladas no município movimentam quase R$ 120 milhões anualmente.

EXPORTAÇÃO

  • Segundo Dados de Exportação do Governo Federal, em 2020, Itacoatiara movimentou R$ 59.042.571,00.  Deste total, a soja representa 77% com um valor exportado na ordem de R$ 45.720.333,00. Seguido da Madeira e seus subprodutos com um total de 22% na ordem de R$ 12.639.467,00.

FECANI

  • O Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani), realizado anualmente desde 1985, recebe visitantes e participantes de todo o Amazonas e de outros estados brasileiros.
  • O tradicional evento cultural é realizado em setembro, na Semana da Pátria, mas promove, ao longo do ano, 44 eventos vinculados, sendo 22 culturais e 44 esportivos. Gera 436 empregos diretos e até 5,5 mil indiretos.

EXPECTATIVAS

  • A modernização da AM-010 vai permitir um maior desenvolvimento econômico ao município por conta da facilidade do acesso.

2 – Urucurituba

POPULAÇÃO

  • Cidade distante 208 quilômetros de Manaus, com mais de 23,5 mil habitantes segundo estimativa do IBGE.

ECONOMIA

  • Cultivos de cacau, mandioca, banana e cupuaçu. Assim como avicultura (criação de aves), pesca, piscicultura (criação de peixes) e bovinocultura mista (carne e leite).
  • Atualmente a produção rural do município gera cerca de 1,2 mil empregos diretos e indiretos. A produção rural é responsável pela geração de renda de mais de 2,9 mil famílias rurais. 

EXPECTATIVAS

  • Melhor escoamento da produção de Urucurituba. Maior oferta de produtos e um rápido abastecimento das feiras e mercados em Manaus com produtos colhidos no dia.

3 – Itapiranga

POPULAÇÃO

  • Distante a 227 quilômetros de Manaus, IBGE aponta mais de 9,2 mil habitantes no município.

ECONOMIA

  • Subsistência, Exportação de produtos agropecuários, Comércio local.
  • Turismo religioso (recebe milhares de peregrinos em virtude das aparições de Nossa Senhora do Rosário e da Paz)
  • Turismo de lazer (balneário Igarapé Grande, localizado na Rodovia AM-363)
  • Turismo de pesca (Tucunaré, no Rio Uatumã)
  • Atualmente, a Rodovia AM-010 é responsável por movimentar cerca de R$ 7 milhões, gerar cerca de 200 empregos diretos e mais de 300 empregos indiretos.

EXPECTATIVAS

  • Escoamento da produção agropecuária e do gás natural, melhor qualidade nos serviços de transporte rodoviário, taxistas, caminhões e baús.
  • Aumento do número de turistas e visitantes.

4 – Silves

POPULAÇÃO

  • Cidade distante 204 quilômetros de Manaus, possui 9,2 mil habitantes.

ECONOMIA

  • 34,8% – Agropecuária, movimenta cerca de R$ 31.278.055 por ano, gerando aproximadamente 1.300 (famílias) empregos diretos e indiretos.
  • 3,7% – Indústria, movimenta cerca de R$ 3.319.168 por ano, gerando aproximadamente 300 empregos diretos e indiretos.
  • 59,2% – Serviço, movimenta cerca de R$ 28.738.106 por ano, gerando aproximadamente mais de 5 mil (pessoas com renda) empregos diretos e indiretos.

EXPECTATIVAS

  • A reforma e modernização da AM-010 vai facilitar o escoamento da produção de gás natural produzido no Campo do Azulão, uma vez que o produto será transportado em formato GNL (gás natural liquefeito), via caminhões, para Boa Vista (RR).

5 – Urucará

POPULAÇÃO

  • Cidade distante 216 quilômetros de Manaus, com 16,1 mil habitantes.

ECONOMIA

  • O principal cultivo é o guaraná e possui certificado orgânico e fairtrade (comércio justo).
  • 50% de mais de 90 toneladas do produto é exportado anualmente para a Alemanha e França.
  • São mais de 500 hectares plantados, gerando cerca de R$ 3 milhões de reais/ano.Mais de 80% da produção orgânica do Amazonas está localizada em Urucará.
  • O município também desenvolve a pecuária e produz farinha de mandioca, açaí, andiroba, cumaru, acerola, goiaba e cupuaçu.
  • Também é forte o turismo religioso com a Festa do Divino Espírito Santo e o cultural com o Festival de Quadrilhas.
  • O turismo ecológico com balneários naturais e de pesca do tipo pesque-solte (catch and release fishing) do Tucunaré.

EXPECTATIVAS

  • Melhoria do escoamento da produção agrícola e insumos ao município, ganhando agilidade e segurança.

6 – Rio Preto da Eva

  • Cidade distante 57 quilômetros de Manaus, com 34.106 habitantes.
  • São 3 mil agricultores familiares segundo o Idam.

PRINCIPAIS PRODUÇÕES:

  • Laranja – Com 180 agricultores familiares, 1.940 hectares de área plantada, tendo produção de 80 milhões de frutos por ano.
  • Piscicultura – Com 150 agricultores familiares, com área de 1.200 hectares, tendo produção de 2 mil toneladas de pescado.
  • Banana – Com 75 agricultores familiares, com área de 950 hectares, tendo produção de 2.000 toneladas.

EXPECTATIVAS

  • A modernização da AM 010 vai garantir mais segurança, reduzir custos com transporte e melhorar o escoamento da produção para a capital, maior mercado consumidor de alimentos.

7 – São Sebastião do Uatumã

  • Cidade distante 247 quilômetros de Manaus, possui 14,3 mil habitantes

ECONOMIA

  • Polo Industrial Moveleiro – movimenta cerca de R$ 1,8 milhão, gerando direta e indiretamente 800 empregos / ano.
  • Turismo de Pesca Esportiva – durante a temporada, realizada entre os meses de agosto à novembro, a atividade movimenta R$ 1,4 milhão, gerando direta e indiretamente 130 empregos.
  • Comercialização de Tucumã e Castanha (extrativismo) – no período de safra e entressafra movimenta em média R$ 900 mil, gerando direta e indiretamente 150 empregos.
  • Comercialização de carne bovina – são mais de 10.500 cabeças com 170 criadores. A atividade movimenta R$9 milhões.
  • Agricultura Familiar – melancia, banana, macaxeira, cará e hortaliças em geral. Culturas Industriais: guaraná e mandioca. A comercialização dos produtos agrícolas movimenta no município o montante de R$ 350 mil.
  • Corrida de Cavalo – realizada anualmente com duração de três dias, recebe visitantes de outros municípios e estados. A atividade gera cerca de R$ 80 mil, empregando direta e indiretamente 130 trabalhadores.

EXPECTATIVAS

  • Agilidade no escoamento dos produtos agrícolas cultivados, redução do custo dos produtos e tornando-os acessíveis aos consumidores.
  • Com a rodovia, a expectativa é que os agricultores expandam as vendas do produtos, gerando emprego e renda na região.