25 de fevereiro de 2021

Com informações O Antagonista

SÃO PAULO –  O dono de uma churrascaria na Vila Mariana, zona sul de São Paulo, foi preso após ameaçar de morte o governador João Doria (PSDB). O homem, cuja identidade não foi revelada, escreveu em uma lousa a mensagem “1 ano de churrasco grátis para quem matar o João Doria Jr.” na entrada do estabelecimento La Casa de Parrilla.

Após prestar depoimento, foi liberado. Mas responderá incitação ao crime de homicídio, com pena de 3 a 6 meses. A lousa com o anúncio será periciada. Após protestos pelo Estado, o tucano voltou atrás nessa quarta-feira, 3.

Doria anunciou a abertura de serviços não essenciais, incluindo lojas, shoppings e salões de beleza, entre outros, nas cidades em fase laranja. Segundo o governador, o afrouxamento nessas áreas se dá pela queda de mortes e internações.

João Dória, governador do Estado de São Paulo (Reprodução/ Internet)

Opiniões divididas

Nas redes sociais, usuários se dividiram entre apoio e críticas ao restaurante La Casa de Parrilla. “Iniciativa inovadora e criativa, uma pena que não sou da cidade, para tentar participar do churrasco grátis! De qualquer forma, demonstra a insatisfação contra um governador que tira emprego de quem precisa, deixa o povo com fome, aumenta tarifas de quem nem devia pagar”, afirmou um usuário.

“Não é à toa que essa ‘churrascariazinha’ de quinta não vai pra frente, propagar o ódio é crime, espero que o dono seja condenado e pague por isso”, disse outro.