Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de junho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações da assessoria

Parintins (AM) – A mente inquieta dos artistas Alziney Pereira e Kemerson Farias entregou na tarde dessa sexta-feira, 4, o maior mural de grafite do Baixo Amazonas. A obra no muro do complexo Silvio Miotto mede 35×7 metros e está localizada na rua Marechal Castelo Branco, Centro, e dará vida, cores e luzes para uma das vias que até então era considerada sem muito movimento.

A obra é um Aquário Amazônico e foi aprovada na Lei Aldir Blanc, por meio da Prefeitura Municipal de Parintins. A temática abordada na arte busca inspirações no rio Amazonas, trazendo seres que vivem no rio, como peixes caraterísticos da região amazônica, mas que se transborda numa poética onírica dos artistas Curumiz Kemerson Freitas e Alziney Pereira, que usam do híbrido entre pessoas, ribeirinhos com animais e floresta, assim como ocorre neste mural.

Obra foi entregue nessa sexta-feira, 4, em Parintins (Divulgação)

Na obra, há mistura de formas humanas e seres do rio Amazonas que se cruzam criando uma forma antropomórfica, quando as cores se permeiam no movimento da água.  

Para Alzeney Pereira, o trabalho visa fazer com que as pessoas se vejam nessas obras. Os artistas buscam  mostrar o trabalho em lugares sem vida, escuro, abandonados e colorir com a cultura local.

“A gente não pode asfaltar uma rua, construir uma escola, fazer benefícios em prol ao povo, mas a gente se doa por meio de nossa arte”, destacou.

Com a entrega do mural, a cidade de Parintins se torna referência no interior da Amazônia com arte em grafite. “De Parintins queremos levar nossa cultura para outros lugares”, destaca. Os Curumiz também já realizaram obras que antes eram vistas apenas em áreas urbanas para comunidades ribeirinhas do interior de Parintins.