Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações do Infoglobo

MANAUS – O hit “Batom de cereja”, da dupla Israel & Rodolffo, foi o videoclipe mais assistido do YouTube Brasil em 2021. No ar há nove meses, o vídeo já tem 370 milhões de visualizações. Os dados fazem parte das listas de maiores destaques da plataforma no ano, divulgados nesta quarta-feira, 1º.

Atrás da dupla setaneja, vem Os Barões da Pisadinha, com “Esquema preferido (Ao vivo)” e Matheus Fernandes e Dilsinho emplacaram “Baby, me atende”, com 308 milhões. São contabilizadas visualizações entre 1º de janeiro e 15 de novembro de 2021, o que pode fazer com que algumas posições mudem até o fim do ano efetivamente.

“Neste ano, o Top 10 clipes de música mais uma vez mostra a força e importância dos artistas locais, influenciando todo um panorama social que acolhe e eleva o popular. Israel & Rodolffo são os campeões da lista, com seu hit “Batom de Cereja”. Artistas regionais também despontaram no cenário nacional através da plataforma, como é o caso de Matheus Fernandes, com a música “Baby Me Atende”. Ainda, a música urbana desfila pelo ranking em vídeos como “Bipolar”, de MC Don Juan, MC Davi e MC Pedrinho, e Vida Louca, do MC Poze do Rodo”, diz o YouTube, em comunicado.

Abaixo, a lista completa do top 10:

1. Israel & Rodolffo – Batom de cereja (Aqui e Agora)

2. Os Barões da Pisadinha – Esquema preferido (Ao Vivo)

3. Matheus Fernandes e Dilsinho – Baby, Me Atende (Clipe Oficial)

4. Raí Saia Rodada – Tapão na raba (Clipe Oficial)

5. MC Don Juan, MC Davi e MC Pedrinho – Bipolar GR6 Explode) DJ 900

6. DJ Boy, MC’s V7, Letto, Leozinho ZS, IG, Joaozinho VT, Davi e Kako – Coração Gelado 2

7. Zé Vaqueiro – Volta comigo bb (Clipe Oficial)

8. MC Poze do Rodo – Vida louca (prod. Neobeats)

9. Brisa Star ft Thiago Jhonathan – Se joga no passinho (Videoclipe Oficial)

10. MC Poze do Rodo | Bielzin | PL Quest | MC Cabelinho (prod. Neobeats) – A cara do crime (Nós incomoda)