Bolsonaro diz que PF de Moro se preocupou mais com caso Marielle do que com Adélio Bispo: ‘decepcionado’

Bruno Pacheo – Da Revista Cenarium

MANAUS – Emocionado, o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) se pronunciou à imprensa na tarde desta sexta-feira, 24, e rebateu às declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que pediu demissão do cargo após a exoneração do ex-diretor geral da Polícia Federal.

Para Bolsonaro, a PF de Moro se preocupou mais com o caso da ex-vereador do Rio de Janeiro, Marielle Franco, morta em março de 2018, do que com as investigações sobre Adélio Bisco, que desferiu um golpe de faca contra o presidente meses antes das eleições presidenciais do mesmo ano.

“A PF de Sergio Moro se preocupou mais com quem matou Marielle do que com quem tentou matar seu chefe supremo”, desabafou. Bolsonaro disse, ainda, que cobrou agilidade nas investigações e que o compromisso de Moro é “consigo próprio e com seu ego”.

O pronunciamento foi realizado ao lado de ministros. Segundo o presidente, ele tem lutado “contra o sistema” e que confiava no ex-ministro. “Estou decepcionado. (Sergio Moro) era um ídolo”, disse Bolsonaro, ao relembrar de Moro enquanto juiz da Lava Jato.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO