30 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

This post is also available in (Post também disponível em): English (Inglês)

Caroline Viegas – Da Revista Cenarium

MANAUS – Entre desafios e aprendizados, nove brasileiras decidiram se unir para recomeçar suas carreiras em solo europeu. De forma pioneira, o grupo apostou na produção de uma revista online voltada para a comunidade brasileira na Holanda. Com um design despojado e já em sua terceira edição, a ‘Resenha’ é uma publicação mensal que mescla conteúdo informativo e de entretenimento.

Com uma tiragem de 30 folhas escritas por profissionais de diversas áreas, o conjunto de seis editorias uniu mulheres de várias culturas brasileiras que buscam informar e entreter os brasileiros que vivem em terra holandesa.  A princípio, a ideia do projeto surgiu por meio da publicitária brasileira Camila Jaworowicz de 34 anos, nascida em Pernambuco e moradora da Holanda há três anos.

A Magazine Resenha foi lançada em setembro de 2020 e atualmente está em sua terceira edição (Reprodução/ Divulgação)

Camila era proprietária de uma empresa voltada para eventos, mas em meio à pandemia, precisou se reinventar e mudar o rumo profissional. “Eu recebi um ótimo retorno quando migrei e passei a trabalhar com produto digital. Portanto, percebi a grande necessidade que a comunidade brasileira daqui tem em receber conteúdos na nossa língua, daí pensei: por que não levar isso a eles?”, questionou.

Brasileiros na Holanda

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores (Itamarati), atualmente há pelo menos 30 mil brasileiros morando legalmente em solo holandês. Tal informação fez com que Camila vislumbrasse o potencial de seu empreendimento. “A Holanda é um país bastante acolhedor onde residem muitos brasileiros. Mas, infelizmente, nem todos são fluentes na língua local e por isso a Resenha nasceu”, afirmou.

A encantadora capital da Holanda, Amsterdã, é atrativa por suas luzes, seus canais, coffee shops e muita arte (Reprodução/ Internet)

Na produção da revista, as culturas brasileiras se misturam. Tanto Camila como as outras sócias vêm de regiões diferentes do Brasil. Camila, Julianne Mallena e Lila Ferraz são pernambucanas. Já Érica Kokke e Vanusa Gomes carregam a alma mineira. Romi Brasil, Chris Laino e Lu Fróes dão o toque carioca aos conteúdos. E para a pegada amazônica, tem também a jornalista amazonense, Priscila Serdeira, que integra o time.

Recém-chegada na Holanda, Priscila aponta a relevância da “Resenha” em sua nova vida. “A revista tem me agregado muito porque é meu primeiro projeto fora do Brasil e era a oportunidade que eu precisava pra continuar fazendo o que eu amo. Além disso, é muito legal pensar que posso estar colaborando para tantos brasileiros que preferem receber conteúdos na nossa língua nativa”, pontuou.

História de vida e recomeços

Camila começou a trabalhar na área de marketing em 2013 quando ainda morava no Brasil. Logo depois, em 2014, abriu o próprio negócio voltado para o marketing de eventos. Casada com um holandês, a empresária decidiu voltar para a terra natal do marido em 2017 pois passavam por instabilidades aqui. “As coisas no Brasil não iam muito bem para nós então decidimos voltar para recomeçar do zero aqui”, recordou.

De alma sonhadora e coração festeiro, Camila é aquela brasileira que inspira pessoas

A publicitária conta que assim que conseguiu se restabelecer em solo holandês e reabrir sua empresa, veio o baque: a pandemia. Então, mais uma vez, Camila precisou se reinventar para recomeçar. Desde então, passou a trabalhar com produtos digitais. A princípio, alega ter experimentado de tudo até que finalmente concluiu o potencial que a revista poderia ter.

Atualmente, a brasileira idealiza grandes planos para o projeto que tem rendido muitos cliques brasileiros. “Minha vontade é que daqui um tempo a gente consiga entregar esse material para outras comunidades brasileiras, em outros países ou até mesmo continentes. O intuito é manter viva a nossa língua, que ela não se perca em nós e, quem sabe, acalentar aqueles que sentem saudades da terrinha”, finalizou.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.