Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
12 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações do Estadão

SÃO PAULO – O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira, 28, que o Instituto Butantan irá antecipar a entrega de 600 mil doses da Coronavac para o Ministério da Saúde. A entrega, antes prevista para 3 de maio, deve acontecer na próxima sexta-feira, 30.

Doria agradeceu a antecipação de entregas dos imunizantes ao trabalho dos profissionais do Instituto Butantan. “Graças ao trabalho em quatro turnos de profissionais do Butantan, 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados”, destacou o tucano.

Ele ressaltou que a Coronavac é responsável pela maior parte da imunização no País e que “de cada dez brasileiros, oito estão recebendo no braço a vacina do Butantan”, afirmou.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, atribui a antecipação à necessidade de alguns Estados de aplicar a segunda dose da vacina – ressaltando não ser esse o caso do Estado de São Paulo, que já havia reservado lotes do imunizante para essa fase.

Dimas Covas também informou que espera, até o final dessa semana, uma posição do laboratório chinês Sinovac sobre a entrega de 3 mil litros do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) necessário para produção do imunizante.

“Solicitamos inclusive um aumento de 3 mil para 6 mil litros, e devemos ter essa resposta também brevemente”, informou o Covas, que espera a entrega dos insumos para poder entrar “em um ritmo de produção acelerado” do imunizante.