Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de abril de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações CNN

SÃO PAULO – O Instituto Butantan pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para testar em humanos um soro antiCovid. A pesquisa já teve sucesso na fase de testes em ratos, e, agora, o instituto busca aval para mensurar a eficácia do composto em pacientes com infecção pelo novo coronavírus.

De acordo com a Anvisa, o pedido, feito na terça-feira, 3, está em análise pela área técnica. “No entanto, até o momento, não foi apresentado o Dossiê Específico de Ensaio Clinico (DEEC), contendo o protocolo clínico do estudo a ser realizado”, diz a agência.

O DEEC, conforme enfatiza a Anvisa, é um dos documentos obrigatórios para análise do Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamento (DDCM) do soro Hiperimune ant-SARS-CoV-2.

Esse dossiê é o principal documento para avaliação de um pedido de pesquisa clínica de medicamentos com seres humanos. Segundo a agência, o procedimento faz parte do processo para que o Butantan possa iniciar os testes clínicos do soro, também conhecido como plasma, que vem sendo desenvolvido para tratar pessoas com Covid-19.

Procurado pelo Metrópoles, o Butantan ainda não se pronunciou. O instituto é responsável pela produção da principal vacina contra a Covid-19 em distribuição no país hoje, a Coronavac.