31 de outubro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Da Revista Cenarium*

Uma das principais atrações turísticas do País, os desfiles das escolas de samba do Rio de 2021 foram adiados — a nova data para a festa ainda não foi definida. A decisão, unânime, foi tomada em reunião entre a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e representantes das agremiações, nesta quinta-feira, 24.

Segundo Jorge Castanheira, presidente da Liesa, a insegurança, a instabilidade e a incerteza se haverá vacina até fevereiro, pesou para que o evento fosse adiado. “Chegamos à conclusão de que não há a menor condição de a festa acontecer em fevereiro”, disse Castanheira.

O plano B — aponta Castanheira — é promover “eventos alternativos”, sem aglomeração, o que ainda será discutido. A verdade é que nada foi decidido nesta reunião; ou melhor, de certo mesmo, só que o Carnaval de 2021 não acontecerá em fevereiro.

Tudo indica que o Carnaval não deve acontecer no meio do ano de 2021, como já foi especulado. A Liesa não apoia esta ideia porque considera que eventos previstos para acontecer na mesma época, como as festas juninas e as Olimpíadas de Tóquio, poderiam desviar o foco do turismo. “A atenção vai estar toda voltada para as Olimpíadas, temos que olhar sob essa perspectiva”, assinala, o presidente da Liesa.

Sobre um carnaval misto entre 2021 e 2022 está descartada.

Carnaval de rua

A Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro informou que vai seguir a decisão da Liesa e também vai adiar o carnaval de rua em 2021.

A decisão foi tomada pelo Fórum Carioca de Blocos devido à pandemia (Reprodução/Internet)

A diretoria da Sebastiana afirmou que a decisão da liga foi acertada e que sem a vacina os blocos não irão desfilar.

“Diante do momento que a gente tá vivendo, fazer carnaval, seja carnaval de escola de samba, seja carnaval de bloco, enfim, qualquer carnaval que a gente tenha aglomeração de pessoas, fluxo grande de pessoas, sem o anúncio de uma vacina, sem um plano para poder vacinar a população e essa população poder ficar em condições de segurança, eu acho que não dá pra fazer carnaval de jeito nenhum”, disse.

A decisão da Liesa em adiar os desfiles das escolas de samba foi unânime, após uma reunião na sede da liga, no Centro do Rio, nesta quinta-feira, 24).

(*) Com informações da Agência Brasil

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.