20 de outubro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Da Revista Cenarium*

MANAUS – A polícia investiga a descoberta de pelo menos 15 carros no lago de uma pedreira desativada na cidade de Salto de Pirapora (124 km de SP). Os veículos surgiram após a diminuição do nível da água do local.

Policiais da cidade do interior paulista investigam se os veículos foram “jogados” na água como parte de golpes contra seguradoras. Ou seja, quando donos dão queixa de roubo o furto, desaparecem com o veículo, e recebem o prêmio do seguro.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo, gestão João Doria (PSDB), o caso é investigado por meio de inquérito policial instaurado pela Delegacia de Salto de Pirapora.

A unidade solicitou laudos periciais para os veículos, que serão analisados após a sua conclusão e os resultados serão anexados ao inquérito. A pasta afirma que os “policiais trabalham para identificar a origem dos automóveis e os seus proprietários”.

Segundo policiais civis de Salto de Pirapora ouvidos pela reportagem por telefone, a polícia aguarda que o nível da água fique ainda mais baixo, para conseguir retirar os carros do lago, que possui cerca de 30 metros de profundidade. “Temos que esperar o nível da água diminuir para ter acesso aos carros”, afirmou um policial, que pediu para não ser identificado. Não existe data para a operação.

A concessionária Águas de Araçoiaba, responsável pelo saneamento na cidade, afirma que desde o dia 9 de setembro estava bombeando água do lago da pedreira para reforçar o nível do rio Pirapora e dissolver a matéria orgânica gerada por grandes lançamentos irregulares de efluentes não tratados fora de Araçoiaba da Serra. Dias depois os veículos submersos começaram a aparecer.

“O rio Pirapora é o principal manancial de abastecimento do município. No último dia 15, com o nível da água da pedreira mais baixo, a equipe da concessionária viu que havia três carros emergindo e imediatamente informou a polícia, que ficou responsável pela averiguação”, diz nota enviada pela companhia.

“Diversas medidas estão sendo tomadas pela empresa para garantir o abastecimento, dois poços profundos foram perfurados em 2019 e, para este ano, está prevista a perfuração de mais dois”, afirma.

(*) Com informações da Folhapress

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.