Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
22 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Victória Sales – Da Cenarium

MANAUS – A AGÊNCIA CENARIUM vai participar de uma transmissão ao vivo sobre jornalismo e a realidade da profissão no mercado na Região Norte. O evento produzido pela Faculdade Martha Falcão Wyden (FMF/Wyden) acontece no próximo dia 28 de outubro, a partir das 19h30 (horário de Manaus), pela plataforma Teams e tem objetivo de compartilhar as experiências da rotina jornalística de cada convidado.

De acordo com a diretora-executiva da CENARIUM, Paula Litaiff, o mercado de trabalho e as pautas das redações evoluiram. “Quando eu abri a agência, pensei em todas as vertentes que eu gostava e sentia falta. Essas questões indígenas, de gênero, sociopolíticas, socioeconômicas e voltadas ao meio ambiente, além de diversidade, quase não existiam na Região Norte. Então pensei: ‘preciso fazer algo’ e contratei pessoas, fui atrás de parceiros e estou investindo na minha equipe, justamente para que ela possa cada vez mais trazer essas pautas para a sociedade”, explicou Paula.

Paula relata ainda que na CENARIUM são mais de 20 colaboradores espalhados em Manaus e em outras cidades, como nos Estados do Pará, Rondônia, São Paulo e Brasília. “Eu sinto que precisamos divulgar o que querem esconder, sempre dando espaço para quem antes não tinha espaço na mídia. Por isso, estamos na plataforma online, na TV Web, e na versão impressa que tem mais de 70 páginas”, detalhou Litaiff.

(Reprodução/FMF Wyden)

Convidados

Participam também do evento da Faculdade Martha Falcão o publicitário Rodrigo Motta, da Agência Varanda, e a jornalista, Daniela Assayag, do podcast “As Amazonas”. O evento é uma realização do curso de Jornalismo da FMF Wyden, localizada em Manaus. “A ideia é contar os bastidores e as experiências que cada um viveu e vive até hoje, além de contar como é o mercado, falar sobre a realidade do espaço na Região Norte e também nos outros Estados. Por conta do número de alunos, a gente não está podendo fazer visita técnica”, explicou o professor Ricardo Lins, organizador da live.

Ricardo conta ainda que é preciso mostrar para os alunos que o jornalismo não é apenas a graduação em si, é preciso buscar mais. “É preciso ir além disso, buscar uma pós-graduação, fazer cursos pela internet que são de graça, ter mais conhecimento e é por isso que eu escolhi três grandes nomes do jornalismo para me ajudar”, relatou o professor.

Ricardo afirma que quem desejar participar do evento poderá entrar pelo link disponibilizado pela coordenação da live.

Além disso, Lins explicou que o objetivo de realizar esse evento é trazer sempre um debate para que a mente do aluno de Jornalismo se abra para o que ele pode esperar quando sair da faculdade. “Então, o objetivo da faculdade é promover acima de tudo o discurso para a construção de um pensamento crítico. Por exemplo, nas minhas aulas eu utilizo um E-book, um livro para a partir do desenvolvimento e entendimento do que é o pensamento crítico, as aulas possam fluir, os debates possam acontecer e sempre deixando a vontade de querer mais”, explicou.

O coordenador do curso de jornalismo na faculdade, Carlos Fábio, afirmou que todas as iniciativas de professores que buscam aproximar alunos e mercado são sempre bem vindas. “As lives cresceram muito durante a pandemia, possibilitando convidados e participantes  de interagirem de forma eficaz, pois não precisam se deslocarem ao local físico. A tecnologia propicia o encontro de ambos”, ressaltou.