Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
17 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Gisele Coutinho – Da Revista Cenarium

MANAUS – Em celebração aos 132 anos de aniversário do ator Charles Chaplin eternizado nos cinemas mundiais pelo papel de Carlitos -um jovem desajeitado que usava cartola, bigode e bengala e que se comunicava por meio de mímica – nesta sexta-feira, 16, foi preparada uma lista com cinco filmes do diretor, dançarino e produtor nascido em 16 de abril de 1889 no Reino Unido.

No ano de 1919, Chaplin cocriou a própria produtora de filmes, a United Artists e com o personagem mais famoso da carreira, “Carlitos”, criou filmes com mescla de humor, ternura, poesia e críticas sociais. A carreira do ator no ramo do entretenimento durou mais de 75 anos. Ao todo foram gravados 81 filmes, a maioria de autoria de Chaplin. Ele morreu em 1977, enquanto dormia, na Suíça, aos 88 anos.

Para celebrar a vida do ator e o legado do personagem, confira uma lista com cinco filmes inesquecíveis:
Charles Chaplin caracterizado como Carlitos (Foto; Reprodução)

The Kid (O Garoto) – 1921

Uma mãe solteira deixa o hospital de caridade com o filho recém-nascido mas percebe que não pode dar para o bebê o cuidado que ele precisa. Então a jovem mãe resolve abandonar o garoto. Carlitos, o personagem de Charles Chaplin encontra o menino e passa a amá-lo, juntos os dois passam por muitas lutas, principalmente quando dois agentes do orfanato estadual tentam levar a criança.

(Reprodução/ YouTube)

The Circus (O Circo) – 1928

Um batedor de carteiras (Steve Murphy) rouba em meio à multidão e para evitar que seja pego, ele coloca a carteira roubada no bolso do faminto mendigo (Chaplin), sem que ele perceba. O fato causa diversas confusões e dá combustível para o desenvolvimento da história ao longo do filme.

(Reprodução/ YouTube)

City Lights (Luzes da Cidade) – 1931

O enredo gira em torno do “Vagabundo” – clássica figura masculina no cinema – e de uma jovem e pobre florista cega pela qual ele se apaixona. A garota o confunde com um milionário e para não desapontá-la, o homem finge ser rico para manter a paixão da amada.

(Reprodução/ YouTube)

Modern Times (Tempos Modernos) – 1936

Filme satiriza a mecanização da modernidade. O personagem principal é Carlitos, um homem do povo que está empregado em uma fábrica. Quando vai para a prisão, ele faz amizade com uma garota órfã e ambos tentam lidar com as dificuldades da vida moderna. Charles consegue misturar humor com a inocência do personagem, arrancando várias risadas de quem está assistindo.

(Reprodução/ YouTube)

The Great Dictator (O Grande Ditador) – 1940

Foi o primeiro filme falado de Charles Chaplin, lançado em 15 de outubro de 1940. A trama se inicia em 1918, na Primeira Guerra Mundial quando um soldado alemão, de ascendência judaica, salva um aviador. A obra é uma sátira ao nazismo e ao fascismo, e aos propagadores Adolf Hitler e Benito Mussolini.

(Reprodução/ YouTube)

Edição: Carolina Givoni