Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
21 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Iury Lima – Da Revista Cenarium

VILHENA (RO) – A cidade de Cacoal, em Rondônia, a 705 quilômetros de Porto Velho, é a primeira cidade do Estado e do País a abrir imunização contra a Covid-19 para crianças e adolescentes de 12 a 17 anos de idade, que possuam alguma comorbidade.

A primeira dose de esperança contra a doença que gerou a pandemia mais agressiva dos últimos tempos chegou para este público nesta segunda-feira, 14. A prefeitura afirma que novas faixas etárias acima dos 17 anos e mais grupos de crianças serão contemplados futuramente, conforme o recebimento de mais doses da vacina Pfizer, da alemã BioNTech.

Crianças e adolescentes de 12 a 17 foram imunizadas nesta segunda-feira, 14. (Reprodução/Prefeitura de Cacoal)

A aplicação das doses começou às 8h no Centro de Reabilitação Neurológica Infantil de Cacoal (Cernic). Com grande adesão ao imunizante, o resultado foi de 350 vacinados até o fim da manhã, período em que a ação se estendeu.

Para receber uma dose de Pfizer, na companhia de um responsável, a criança ou adolescente teve de apresentar documento de identificação, cartão do SUS, carteira de vacinação e laudo atualizado que comprove a existência de alguma doença crônica, tais como:

  • Diabetes;
  • Pneumáticas crônicas graves;
  • Hipertensão arterial;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Doença renal crônica;
  • Imunossuprimidos;
  • Anemia falciforme;
  • Obesidade mórbida;
  • Síndrome de Down; e
  • Cirrose hepática 

Um passo à frente para conter novos casos

Até esta segunda-feira, 14, Cacoal registra 12.977 infectados, 12.244 curados e 267 mortes, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau-RO), o município é quinto na lista dos que mais concentram casos e mortes da doença, em Rondônia.

A decisão do executivo municipal de abrir a vacinação para menores de 18 anos com comorbidades aconteceu após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso da Pfizer neste grupo, em comunicado na última sexta-feira, 10.

Sendo a primeira cidade do País a imunizar esta população e disponibilizando mais doses para outros grupos de crianças e faixas etárias, futuramente, com o recebimento de novas cargas da vacina alemã, o município pode impulsionar a vacinação de Rondônia, que atingiu até agora, pouco mais de 17% da população de 1,749 milhão de habitantes. Em Cacoal, 98,4% das 39.449 doses recebidas já foram aplicadas, sendo 29.959 destinadas para a primeira dose e 8.857 para a segunda aplicação, de acordo com o governo estadual.

“Temos pressa e não podemos aguardar as formalidades do Ministério da Saúde (MS). Temos as vacinas, temos as crianças que precisam, vamos seguir em frente. As mães têm pressa em imunizar os seus filhos e não dá para hesitar frente a essa doença”, declarou o Prefeito de Cacoal, Adailton Fúria (PSD). 

Prefeito de Cacoal diz que a cidade tem pressa e não pode esguardar formalidades do Ministério da Saúde. (Reprodução/Prefeitura de Cacoal)

Ainda de acordo com a prefeitura, o chefe do executivo levou em consideração os estudos realizados pela empresa farmacêutica Pfizer que teriam confirmado que o imunizante por ela elaborado é seguro e protege adolescentes a partir de tal idade. “O mesmo laboratório, inclusive, promove estudos com crianças com menos idade e, até aqui, o resultado é bastante promissor e em breve também será disponibilizada para crianças abaixo dessa faixa etária”, destaca a nota enviada à Revista Cenarium.