Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
1 de dezembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Luís Henrique Oliveira – Da Revista Cenarium

MANAUS – Ao determinar obras que garantam mais segurança para a capital amazonense, o prefeito Arthur Virgílio Neto inaugurou, na última semana, o Centro de Cooperação da Cidade. Com estação de tratamento de efluentes e totalmente acessível, o lugar atuará na ocorrência de crises de urgência e emergência, mobilizando equipes e recursos necessários, além do monitoramento da cidade que será feito por meio de câmeras espalhadas em todas as zonas de Manaus.

Em vídeo divulgado nas redes sociais nesse sábado, 22, a primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko, explicou que o espaço onde foi construído o Centro de Cooperação da Cidade, no cruzamento das avenidas Efigênio Sales e Umberto Calderaro Filho, no bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul, antes dava lugar a uma lixeira viciada.

“Como eu tenho dito, em todas as obras prioritárias da Prefeitura de Manaus, hoje, existe a preocupação com paisagismo, com acessibilidade. Às vezes, a gente vê um prédio desse pronto e pensamos que é apenas mais um. Vocês não têm ideia o que custou de tempo e de trabalho isso aqui, o planejamento. Esse espaço antes era um posto de gasolina e estava virando uma lixeira viciada. Nós demos um novo uso para esse espaço, e um senhor uso, porque será muito útil para a cidade. Então, esse prédio é um marco na gestão do prefeito Arthur e não só na dele, é um marco para a cidade de Manaus”, disse.

Veja publicação na íntegra:

Ainda no vídeo postado pela primeira-dama, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, lembrou que apesar de a pandemia de Covid-19 ter desestruturado a gestão de prefeitos e governadores de todo o mundo, em Manaus, obras e projetos de extrema importância não foram afetados.

“Ela [pandemia de Covid-19] não mexeu com Manaus que está tão sólida, tão forte, é uma nova cidade. Estamos começando a contar uma nova história”, disse Arthur Neto.

A entrega completa do Centro de Cooperação da Cidade está prevista para outubro, já com todos os sistemas em operação (Divulgação/ Semcom)

Projeto é marco histórico

De acordo com o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Cláudio Guenka, o CCC irá integrar o trabalho de diversas secretarias municipais, dando maior celeridade às demandas da capital. O planejamento tecnológico é coordenado pela Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef).

“É uma obra que seguiu, rigorosamente, seu cronograma de execução tendo uma antecipação de cerca de 30 dias para a sua entrega. Então, esse espaço físico está dotado de toda a acessibilidade necessária, atendendo todos os parâmetros urbanísticos dentro do plano diretor urbano e ambiental da cidade de Manaus”, disse Guenka.

O Centro de Cooperação da Cidade será vinculado à Casa Civil e servirá como base para reuniões estratégicas para proposição de planos de gestão e operação, geração de dados, além de gerenciamento de riscos e mudanças de planejamento.

O sistema que integrará as informações do poder público municipal é chamado de software de inteligência. “Vamos ter as informações 24 horas na nossa tela, toda a integração da prefeitura estará dentro desse centro de inteligência”, finalizou o diretor-presidente do Implurb.

A entrega completa do Centro de Cooperação da Cidade está prevista para outubro, já com todos os sistemas em operação.