Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
30 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Mesmo com as ruas em estado de abandono devido aos buracos e à falta de asfalto, o prefeito Antônio Peixoto (PT), de Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus), pretende gastar R$ 1,2 milhão na compra de mobílias para o seu gabinete e para as secretarias municipais. O despacho do contrato foi publicado na edição de segunda-feira, 3, no Diário Oficial dos Municípios (DOM).

Segundo a publicação, com data retroativa de 19 de maio deste ano, a empresa vencedora da licitação foi a E. F. Santana Filho Eirelli – ME, que ficará responsável distribuição dos equipamentos.

O documento, no entanto, não informa quais mobílias serão adquiridas, quais secretarias serão beneficiadas e o prazo para entrega dos objetos, nem porque o despacho de homologação do contrato só foi publicado na segunda-feira, 3.

Fonte: Diário Oficial dos Municípios (DOM) do Amazonas

A empresa contratada, de nome fantasia Santana Comércio e Serviços, possui sede no bairro Araújo Costa, em Itacoatiara, e tem data de abertura em dezembro de 2012. Conforme a Receita Federal, possui atividade econômica principal voltada para o comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática.

Ainda segundo a Receita, a empresa tem capital social de R$ 600 mil e outras 86 atividades secundárias, entre elas, a fabricação de laticínios, impressão de jornais, construção de edifícios, obras de alvenaria, comércio atacadista de artigos de escritório e de papelaria, além de equipamentos para escritório e entre outros.

Impeachment, CPI da Saúde e ruas ‘esburacadas’

Em Itacoatiara, o pré-candidato a reeleição para prefeito, Antônio Peixoto enfrenta dois processos na Câmara Municipal da cidade: o de impeachment e o da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga os gastos da prefeitura durante o período da pandemia do novo Coronavírus.

Além disso, o gestor é alvo de crítica da população itacoatiarense, que alega abandono nas ruas do município, em decorrência do descaso quanto ao asfaltamento das ruas.

Em imagens enviadas à REVISTA CENARIUM, é possível observar a situação de algumas das principais ruas da cidade, entre elas, a rua Borba, no bairro Santo Antônio, região de importante movimentação econômica em Itacoatiara, devido ao grande número de estabelecimentos.

Cratera consome calçada na rua Borba, em Itacoatiara (Arquivo/ João Lucas)

Sem retorno

A REVISTA CENARIUM entrou em contato com a Prefeitura de Itacoatiara e questionou quais são as prioridades da prefeitura no que se refere a gastos, em meio a necessidade de asfaltamento das principais ruas da cidade e também, quais mobílias serão adquiridas e quais secretarias irão receber os objetos. Até a publicação desta matéria, a reportagem não obteve retorno.

Confira os questionamentos da REVISTA CENARIUM à prefeitura:

Quais são as prioridades da prefeitura no se refere a gastos, em meio a necessidade de asfaltamento das ruas principais ruas da cidade (Jauary, Borba, Benjamin Constant, São Jorge, entre outras)?
Quais mobílias foram adquiridas?
Por qual motivo houve essa aquisição?
Quais secretarias receberam os objetos?
Por que o despacho de homologação só foi publicado na segunda-feira, 3?
Qual o prazo para entrega das mobílias?