‘Cenarium entrevista’: comandante-geral da PM-AM, coronel Marcos Vinicius destaca desafios da trajetória profissional

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – No 4º episódio do programa CENARIUM ENTREVISTA, a jornalista Liliane Araújo recebe o Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Marcos Vinicius. No semanal que vai ao ar toda terça-feira, a partir das 19 horas, no canal do YouTube da TV Cenarium, Marcos Vinicius compartilha parte da trajetória como policial militar e demais atividades exercidas ao longo da jornada profissional.

Nascido no município de Atalaia do Norte (distante 1.136 km de Manaus), o comandante da PM conta que tem como inspiração o próprio pai, que foi o primeiro praça da polícia militar no município onde morava. “Ele foi 01 em todos os cursos, virou para mim um exemplo de que com estudo, conhecimento e dedicação poderíamos dar passos mais largos na vida”, relembra Marcos.

De acordo com o entrevistado, o crescimento e reconhecimento profissional veio da vivência com a tropa, realizando trabalhos operacionais, tropas especializadas e especializações em área de inteligência. “Além disso, trabalhei no Comando de Policiamento de Área Norte; criamos também o batalhão de trânsito e isso nos deu uma bagagem na instituição, de muita das vezes saber que uma tomada de decisão administrativa impacta na vida do policial que está na rua”, ressalta.

SEAP

Antes de assumir o Comando-Geral da Polícia Militar do Amazonas, ficou à frente da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). No período em que foi gestor da unidade, Marcos participou da criação de alguns programas que promoveram melhorias no local.

“Em janeiro de 2019, quando Wilson Lima nos deu essa secretaria, que era extremamente problemática, e mau exemplo para todo o Brasil, teve uma rebelião sangrenta em 2017. Precisávamos fazer algo por essa secretaria. Então, criamos, inicialmente, os programas “O conhecimento que liberta” e o “Trabalho da liberdade”. Um voltado para educação, onde teve casos que a pessoa, basicamente, aprendeu a ler, e alguns até concluíram a faculdade, e outro focado em dar oportunidade de trabalho para essas pessoas que estudaram”, explica o comandante.

Conforme Marcos, no início do projeto, em 2019, do total de 5.500 presos, à época, apenas 20 detentos entre regime fechado e provisório trabalhavam. Atualmente, são mais de 1.200 presos que trabalham e as unidades prisionais do sistema feminino, no Amazonas, são as primeiras do Brasil em que 100% das mulheres estão em remissão de pena. “Assim como o Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) também em 100% remissão e o sistema como um todo em 80%. Hoje, somos referência”, frisa Marcos.

Jornalista Liliane Araújo e o comandante-geral da Polícia Militar coronel Marcos Vinicius (Jhualisson Veiga/ CENARIUM)

Desafios

Na leitura do comandante-geral, o principal desafio frente à Polícia Militar do Amazonas é a estruturação da PM para que ela possa avançar com mais qualidade. Após o ápice do período pandêmico, Marcos relembra que a PM esteve auxiliando a população nas portas de hospitais e nas ruas mantendo a segurança da sociedade como um todo. Ele destaca que são quase 11 anos sem concurso público aliado à falta de um plano de segurança pública que funcione efetivamente.

“Algumas pessoas tiveram a oportunidade de fazer acontecer e gastaram bilhões em planos mirabolantes sem deixar um legado mínimo, que é um plano de contratação de recursos humanos (…) Agora, esse plano que tem foi feito por pessoas daqui, ‘caboquinhos comedores de tucumã’ que sabem quando o rio sobe e desce. Nós construímos o plano de segurança e não precisou vir ninguém de Nova York ensinar como se faz, não”, afirma.

Segundo o comandante, no mês de dezembro de 2021, a taxa de homicídio em Manaus baixou em 12%. Em janeiro deste ano, o índice caiu para 32%, sendo o mês mais pacificado nos últimos dez anos na cidade. ” Se continuarmos nesta linha em que estamos pode haver uma redução acima de 20% na taxa de homicídio”, explica Marco Vinicius.

Para assistir a entrevista completa, acesse a TV CENARIUM no Youtube. Além deste episódios, todas as outras entrevistas e programas estão disponíveis na página para você ficar por dentro de tudo o que acontece na Amazônia, no Brasil e no mundo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO