Curado da Covid-19, Felipe Simas diz que sofreu com fortes dores de cabeça

Folhapress

Durante o programa Encontro com Fátima Bernardes nesta segunda-feira, 20, o ator Felipe Simas, 27, agora curado da Covid-19, disse que sofreu com uma dor de cabeça muito forte e por ter que ficar longe dos filhos.

“Eu me sinto 100%. Eu tive o primeiro sintoma na segunda-feira retrasada [6]. Começou com muita dor de cabeça, dor no corpo e febre alta”, relata Simas. “Eu me isolei no quarto e minha mãe pegou meus dois filhos mais velhos. Nunca fiquei tanto tempo isolado, sem contato humano. Eu tive certeza que passaria por isso, mas pensei em todo o mundo que está infectado e mais próximos da morte”, afirmou o ator.

Simas conta que não teve falta de ar, nem tosse e espirro. “Isso ajudou a não contaminar o restante da família”, disse o ator. Ele conta que a dor de cabeça foi o pior sintoma. “Perdi o paladar, o olfato e parecia que alguém estava dando paulada na cabeça.”

O ator diz que não tem ideia de onde se infectou, pois ele passou o fim de semana em casa com a família, e saiu apenas para ir à padaria. A mulher dele, Mari, já fez o teste e deu negativo.

O médico Jairo Bouer disse que é possível se expor ao vírus, mas não ser contaminado. “Pode ser que ele tenha colocado a mão no rosto logo depois de ter tido contato com o vírus. E o teste pode dar negativo se a pessoa estiver sintomática”, lembra o médico.

O isolamento no próprio quarto foi difícil para o ator. “Eu estava começando a dominar a rotina de fazer exercícios, de ensinar o Joaquim a ler a escrever, rolar no chão com as crianças, e toda a família se afetou. A família é uma máquina e quando se tira uma peça, tudo sai do lugar. A Mari suportou ter que fazer tudo sozinha”, afirmou.

O filho mais novo de Simas, Vicente, tem dois meses e ainda está sendo amamentado. Eles ainda têm a Maria.

O ator contou que o filho mais velho, Joaquim, chegou a ter uma crise de choro com medo que acontecesse algo grave com o pai. “É difícil explicar porque agora ele me vê bem, mas não posso abraçar. Ele diz, pai, você tá bem, porque eu não posso chegar perto?”

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO