Dia dos Namorados: conheça passeios e parques gratuitos nas capitais da Amazônia

Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – O Dia dos Namorados, comemorado no Brasil neste domingo, 12, é uma data em que muitos casais se programam para passarem um momento juntos. Mas enquanto alguns têm possibilidade de ir a restaurantes e outros lugares mais caros, muitos podem buscar um passeio que não fuja do orçamento. Por isso, listamos nove parques, um em cada capital da Amazônia, onde os apaixonados podem curtir um momento de lazer e os passeios podem ser feitos gratuitamente.

Veja abaixo:

Rio Branco (AC)

Em Rio Branco, capital acreana, o “Parque da Maternidade” é considerado símbolo da qualidade de vida da população e um dos mais bonitos cartões postais do Estado.

Tem uma extensão de seis quilômetros e corta grande parte do centro da cidade. Tem quadras de esportes, quiosques, restaurantes, ciclovia e pistas de corrida. Dentro do parque está a Casa dos Povos da Floresta, a Biblioteca dos Povos da Floresta e a Casa do Artesão.

Macapá (AP)

Em Macapá, um passeio histórico é a opção gratuita para os casais. A “Fortaleza de São José de Macapá”, construída no século 18, na margem esquerda do Rio Amazonas, é considerada a maior fortificação do Brasil.

Tem uma extensão de quase 30 mil metros quadrados e é um dos mais antigos pontos turísticos da capital amapaense. Foi tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (Iphan), em 22 de março de 1950, e elevado à categoria de museu em 2007.

Atualmente, além de ser o ponto turístico preferido dos macapaenses, o entorno do lugar é usado pela população, nos momentos de lazer, para fazer piqueniques e praticar atividades físicas.

O parque tem uma extensão de quase 30 mil metros quadrados (Secom/GEA)

Manaus (AM)

O “Complexo Turístico da Ponta Negra” fica localizado na Zona Oeste de Manaus, e é onde está uma das principais atrações turísticas da capital: a orla da Ponta Negra, uma praia urbana localizada às margens do Rio Negro. A orla urbanizada possibilita a prática de caminhada e passeios de bicicleta ou patins.

Outro atrativo, no local, é o anfiteatro, onde são realizadas apresentações musicais, espetáculos teatrais e outras atrações. Ao longo do calçadão do complexo é possível encontrar várias quadras esportivas para a prática de vôlei, futebol, skate e outros esportes.

A praia é muito procurada pelos manauaras para que estes se refresquem do calor, mas só se forma quando o rio está baixo. Do mirante situado no complexo, o pôr do sol pode ser apreciado, assim como a Ponte Phelippe Daou, que liga a cidade de Manaus ao município de Iranduba.

São Luís (MA)

O “Espigão Costeiro” é uma estrutura construída na Península da Ponta d’Areia, na capital São Luís, para controlar a erosão da orla da praia de mesmo nome. O resultado é o aumento da faixa de areia da praia, que fica retida na longa passarela que adentra pelo mar. Ali, se acumulou um grande banco de areia bem fininha, parecendo com as dunas que formam os “Lençóis Maranhenses”.

Na Praia da Ponta d’Areia é onde se encontra o museu Forte de Santo Antônio da Barra, ou Farol da Barra. A visita pode ser combinada com uma caminhada na península, no Memorial Bandeira Tribuzi e pela Paróquia São Francisco de Assis.

Cuiabá (MT)

O “Parque Municipal Tia Nair”, em Cuiabá, tem uma área total de 14 hectares e a utilidade é a preservação ambiental, assim como a prática de lazer e esporte.

O local facilita a prática de esportes, como corridas e caminhadas, com pista de saibro, material que diminui o impacto físico em caminhadas e corridas. Horário de funcionamento: de segunda a domingo, das 6h às 0h.

Belém (PA)

O “Parque Estadual do Utinga (PEUt)” é uma Unidade de Conservação Estadual que oferece diversas opções, como trilhas, espaços turísticos, quatro quilômetros de pistas preparadas para caminhadas e passeios de bicicletas, patins e skates.

Durante a semana, o parque abre das 6h às 17h, exceto às terças-feiras, onde é fechado para manutenção interna. O local oferece entrada gratuita, mas alguns serviços extras são pagos, como: trilhas guiadas, atividades esportivas como rapel, tirolesa e a taxa do estacionamento.

O PEUt fica localizado na Avenida João Paulo 2, s/n°, em Belém, no Pará. O telefone para contato é (91) 3344-0153 ou (91) 3344-0100.

Porto Velho (RO)

Um local para lazer, recreação e práticas esportivas, com espaço para as famílias da cidade. Esse é o “Parque Circuito Doutor José Adelino”, em Porto Velho. Rodeado por seringueiras, o local tem uma área de 50 hectares.

No entorno do parque, existe uma Área de Preservação Permanente (APP) de mais de 30 metros de extensão. A área é composta por espécies nativas e igarapés.

Boa Vista (RR)

O “Parque Rio Branco” é um complexo turístico que foi inaugurado em 20 de dezembro de 2020. Essa magnífica obra foi sonhada, planejada e executada pela ex-prefeita Teresa Surita e, além de ser uma obra turística, é uma obra social. 

O parque foi erguido às margens do Rio Branco, principal rio de Roraima, e dispõe de atrativos como a Selvinha Amazônica e o Mirante Edileusa Lóz. É o maior complexo turístico do Estado.

A Selvinha Amazônica de Boa Vista possui elementos da fauna e da flora Amazônica, o espelho d’água, em formato de meia-lua, uma praia artificial, um atracadouro, que também serve como barra-correnteza, quadras de esportes, calçadões para prática de caminhadas, dois murais artísticos, um com 34 pinturas de artistas regionais e outro pintado pelo artista de renome internacional Eduardo Kobra. 

Já o mirante Edileusa Lóz, que possui 120 metros de altura, é a estrutura mais alta de Boa Vista. Lá de cima, o visitante terá uma vista panorâmica do Estado e do Rio Branco. 

Palmas (TO)

O “Parque Cesamar” possibilita o contato com a natureza e as atrações são a pista de caminhada, diversas brincadeiras, academia ao ar livre, espaço para piquenique e pista de skate. Tem uma área total de cerca de 97 mil metros quadrados.

Abriga a Casa Suçuapara, primeira sede da prefeitura, e a Câmara Municipal de Palmas, que, anteriormente, foi a sede da Fazenda Triângulo. Tem ainda, na sua estrutura, uma cachoeira artificial, pedalinhos, trilha ecológica e tirolesa.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO