Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações da Folha de S. Paulo

SÃO PAULO – Diogo Nogueira, 39, acaba de lançar “Lua”, o último álbum da trilogia “Samba de Verão”, que homenageia o samba, os dois primeiros discos são “Sol” e “Céu”. Com participação de Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal, o projeto está disponível no canal oficial do sambista no YouTube e nas plataformas digitais.

Gravado em uma balsa no Rio de Janeiro, o álbum tem 24 canções e tem como principais temas o amor e a alegria, marcas registradas do carioca em seus 13 anos de história. “São sentimentos que sempre estiveram presentes no meu trabalho e de forma natural. Acredito que o papel do artista é um pouco esse, trazer alento, alegria, esperança, mas também reflexão”, afirmou.

Em conversa com F5, Nogueira comenta sobre os preparativos para uma turnê do projeto recém-lançado. Ele afirma que tudo ainda vai depender de como estará a contenção da Covid-19 e critica a condução das autoridades no combate à pandemia.

“A única coisa que me entristece é ver nosso povo e nosso país sendo sacaneado por gente que nunca poderia estar onde está. Mas sou um otimista”, diz o artista, que relembra o pai, o músico João Nogueira, morto em 2000. “Meu pai sempre foi a minha maior referência e sei que ele estaria feliz comigo, com tudo o que tenho feito”, relembrou.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.