Diretor do Ibama é exonerado pelo ministro Ricardo Salles

Da Redação

MANAUS – O diretor de Proteção Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Olivaldi Azevedo foi exonerado do cargo pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A decisão do governo foi publicada na terça-feira (14), no “Diário Oficial da União”.

O ministério ainda não havia informado o motivo da saída de Olivaldi até a publicação desta matéria.

Olivaldi assumiu o cargo em janeiro de 2019. Antes, ele atuava como subcomandante da Polícia Militar Ambiental de São José do Rio Preto (SP).

No domingo (12), a imprensa mostrou uma megaoperação do Ibama para tirar madeireiros e garimpeiros ilegais de terras indígenas no sul do Pará (PA). O objetivo era proteger os cerca de 1700 indígenas que moram nas localidades do contágio pelo coronavírus.

Covid-19 chega às aldeias e operação tenta barrar novas invasões de terras indígenas

Além disto, desde o início da pandemia, as em terras indígenas na Amazônia aumentaram. Os alertas de desmatamento subiram 29,9% em março deste ano, comparados ao mesmo período de 2019.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO