Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
17 de abril de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

É bom para o Amazonas

Traumas à parte, pode ser vantajoso ao Amazonas o clima de animosidade entre o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e o colega de partido, Aguinaldo Oliveira (PP-PB), relator da PEC 45 – proposta de reforma tributária que tramita na Câmara, péssima para o Amazonas, pois veda qualquer tipo de subsídio fiscal.

Oliveira foi o único entre os mais de 40 deputados do Partido Progressista que não apoiou Lira na eleição à presidência da Câmara. Com isso, Lira age nos bastidores para tirar o protagonismo de Oliveira, buscando levar as discussões sobre Reforma Tributária a iniciarem no Senado, tendo como base um texto daquela Casa, PEC 110, essa, sim, boa para ZFM.

É péssimo para o Amazonas

Sem muito alarde, assumiu nesta semana a presidência da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). Famosa por seus discursos radicais contra detratores do governo, sua atuação política não guarda qualquer relação com o tema.

É péssimo para o Amazonas II

Internamente, apoiadores bolsonaristas admitem que a indicação de Carla Zambelli pelo partido serviria para blindar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que ganhou sobrevida na reforma ministerial por fazer, digamos, um ajuste no seu discurso pró-exploração desenfreada da Amazônia.

Cancelando reuniões e debates importantes e praticamente paralisando as atividades da comissão, onde está, Zambelli definitivamente é uma péssima notícia para o Amazonas e para a Amazônia.