Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – Uma foto publicada pela cantora amazonense Ruivinha de Marte na madrugada desta terça-feira, 30, no Instagram, causou um alvoroço entre os seus fãs. Isso porque ela posou ao lado da cantora Anitta, que estava completamente caracterizada como a própria Ruivinha de Marte. Com seus cabelos nas cores laranja e amarelo, a cantora celebrou a parceria feita para a gravação de um videoclipe no Pará.

Ruivinha de Marte e Anitta gravaram um clipe juntas no Mercado Municipal Ver-o-Peso, em Belém, no Pará. Junto às cantoras estavam a influenciadora Leona Vingativa e o DJ Pedro Sampaio. “Ruivinha de Marte e Anitta de Marte, irmãs”, disse Anny Bergatin que, antes de se lançar no mundo da música, ficou conhecida pelo bordão “Ei mana, deixa eu te falar”.

Leia também: Ruivinha de Marte: a influencer do ‘humor baré’ que tem se destacado nas redes sociais

Anny ficou conhecida na rede social chinesa Tik Tok, onde já tem mais de 15 milhões de seguidores. No Instagram, são mais de 5 milhões de pessoas acompanhando o sucesso meteórico da artista. Em abril deste ano, em uma entrevista exclusiva à CENARIUM, na qual celebrou o sucesso dos seus conteúdos humorísticos, ela tinha “apenas” meio milhão de seguidores no Tik Tok e um pouco mais de 126 mil seguidores no Instagram.

Natural de Urucará (a 348 quilômetros de Manaus), a estudante de Jornalismo morava com os pais no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus, quando foi reconhecida nacionalmente. Em 16 de maio, ela alcançou a marca de 1 milhão de seguidores no Instagram.

Sucesso

À CENARIUM, Ruivinha contou, ainda em abril, que nada foi planejado. Apesar de ter desenvoltura diante das câmeras, ela tentou, por algumas vezes, ter um canal na internet, mas desistia, ora por medo das críticas ou pelos afazeres e também pelo período em que resolveu se dedicar à religião.

“Em 2013, eu comecei, mas não era nada sério, parei. Depois de um tempo, abri uma conta no Vine que é um app de interação como os outros, aí parei de novo, recebia críticas por ser da igreja, aí deixei de mão, sabe?”, disse, na época.

No ano passado, em meio à pandemia, ela teve a ideia despretensiosa de fazer um vídeo falando com o jeito único que o amazonense tem de se expressar. O vídeo, feito no Tik Tok, em forma de dueto, viralizou nas páginas virtuais locais e depois em todo o Brasil.

“Eu fiz um vídeo com o Mário, um tiktoker famoso que estava bombando na época. A ideia era fazer parecer que ele estava conversando com uma pessoa daqui. Aí pronto, quando percebi, já estava na boca do povo”, contou a jovem.