Durante a quarentena, redução da poluição do ar é percebida em Manaus

Carolina Givone – Da Revista Cenarium

MANAUS – Com a redução da circulação de carros, ônibus e atividades industriais, dezenas de internautas têm publicado nas redes sociais sobre a melhoria da qualidade do ar na capital amazonense.

Outro fato mencionado pelos usuários do twitter, é a clareza na atmosfera. Os registros fotográficos mostram as nuvens claras, o céu limpo e o sol se pondo ao fundo.

Apesar de nenhum estudo local ter sido divulgado, cientistas brasileiros do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), analisaram os reflexos globais da redução nas taxas de poluição durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo Adriana Wilken, pesquisadora do Departamento de Ciência e Tecnologia Ambiental (DCTA) da instituição, a redução dos gases tem efeitos positivos à saúde e ao meio ambiente em todo o mundo em período de isolamento social. 

“As indústrias se caracterizam, em grande parte, como emissoras de material particulado, monóxido de carbono (CO) e dióxido de enxofre (SO2). Os veículos automotores, principalmente os movidos à gasolina, emitem o dióxido de nitrogênio (NO2), o monóxido de carbono (CO) e os hidrocarbonetos (HC)”, explica.

“Esses poluentes, de uma forma geral, podem causar doenças em pessoas expostas a eles, principalmente doenças respiratórias. Dependendo do tempo de exposição e condições meteorológicas desfavoráveis, podem até mesmo causar mortes”, explicou a pesquisadora.

No planeta, ocorrem, anualmente, 4,2 milhões de mortes prematuras atribuídas à poluição ambiental, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

As principais causas dos óbitos são por doenças cerebrovasculares, doença pulmonar obstrutiva crônica, infecção respiratória, além de câncer de pulmão, traqueia e brônquios. No Brasil, em 2018, os gastos do Sistema Único de Saúde (SUS) com internações relacionadas a esses problemas superou R$ 1,3 bilhão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO