Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações do O Globo

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o ato realizado no Rio de Janeiro no domingo, 23, em seu apoio não teve “nenhum viés político” porque ele não está filiado a nenhum partido. A justificativa é semelhante a que foi apresentada pelo ex-ministro Eduardo Pazuello, em sua defesa em um processo administrativo no Exército, por ter participado do ato. 

“É um encontro que não teve nenhum viés político, até porque eu não estou filiado a partido político nenhum ainda. Foi um movimento pela liberdade, pela democracia. Em apoio ao presidente”, disse Bolsonaro, em transmissão ao vivo pela internet.

Pazuello, que é general da ativa, é alvo de um processo disciplinar no Exército por ter participado do ato, já que militares da ativa não podem participar de manifestações políticas.

De acordo com a colunista Bela Megale, uma das linhas de defesa de Pazuello é alegar que o ato não era político-partidário. Na tentativa de embasar seu argumento, o ex-ministro da Saúde sustenta que Bolsonaro não é filiado a nenhum partido e que não há campanha em andamento no país.