Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
21 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

O ano de 2021 foi difícil para todos nós. A pandemia da Covid-19 persistiu e testemunhamos, com muita tristeza, mais de 618 mil brasileiros perderem a batalha para o vírus. No início do ano, o Amazonas viveu a mais grave crise sanitária da sua história, com milhares de amazonenses lutando para respirar.

Mas não foi só na saúde que enfrentamos desafios. Vivemos uma profunda crise econômica e social no Brasil: inflação, desemprego, fome. É complicado se manter otimista em tempos assim, mas nós temos de ter fé na vida.

É essa mesma fé que me moveu e me fez lutar todos os dias, durante todo o ano para mudar, com as ações do meu mandato, a vida das pessoas, principalmente das que mais sofrem.

Em 2021, presidi a maioria das sessões do Congresso Nacional, quando pude contribuir decisivamente com a aprovação de medidas de enfrentamento à pobreza, como o Auxílio-gás, e o aumento do FPM dos municípios, importante para o nosso interior.

Seguimos firmes na defesa dos empregos e dos interesses da Zona Franca de Manaus, do setor produtivo nacional, principalmente das micro e pequenas empresas, setor que mais gera postos de trabalho e que mais sofreu na pandemia.

Lutamos por categorias que se agigantaram na crise: os agentes comunitários de saúde e de endemias, e os professores que, por uma lei minha, garantiram o direito a 60% do Fundef. Ampliamos os esforços por mais recursos para a saúde e a assistência social.

Renovo, aqui, meu compromisso de seguir trabalhando para que o nosso País retome o caminho da prosperidade. Minha gratidão a minha família, aos amazonenses, que me permitiram viver momentos significativos, desses que transformam realidades. Em 2022, vamos estar ainda mais juntos, por um ano melhor para todos.

Feliz Ano Novo a todas as famílias amazonenses e brasileiras!

(*) Marcelo Ramos é advogado, professor de Direito Constitucional e vice-presidente da Câmara Federal.