Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
10 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações do O Globo

WASHINGTON – Para o ex-presidente americano Donald Trump, Joe Biden é “muito ingrato” e deveria reconhecê-lo como o verdadeiro “pai da vacina”. A afirmação, feita durante uma entrevista ao canal de TV Fox Business, na quinta-feira, 29, ocorreu após um discurso de Biden no Congresso em comemoração aos primeiros 100 dias de governo.

“De certa forma, eu sou o pai da vacina, porque fui eu quem o pressionei”, disse Trump, referindo-se ao infectologista-chefe dos EUA, Anthony Fauci, que, segundo ele, subestimou o cronograma da vacina. “Eu pressionei [o Departamento de Saúde] como nunca antes e é por isso que nós temos a vacina”, afirmou.

Trump continuou reclamando do governo Biden e assumiu os créditos pela Operação Velocidade da Dobra, de aceleração da produção de vacinas contra Covid, dizendo que “tínhamos um ótimo sistema de distribuição e tudo o que eles fizeram foi pegar que já tínhamos feito e mantê-los funcionando”.

“É ridículo”, afirmou. “Obviamente, são pessoas muito ingratas. Eu fiz a vacina. Salvamos dezenas de milhões de vidas em todo o mundo. Se eu não fosse presidente, não teria vacina por três a cinco anos, no mínimo. Eu fiz isso em menos de nove meses. E isso é só por minha causa”, disse.

O ex-presidente republicano ainda criticou a pausa temporária no uso da vacina da Johnson & Johnson pelos EUA, sugerindo que foi feita por razões políticas ou para agradar a Pfizer.