Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de julho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Com informações do Ipem

MANAUS – Uma operação do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que aconteceu em todos os Estados simultaneamente, exceto no Maranhão, notificou 14 postos de combustíveis nessa quinta-feira, 8, em Manaus, por apresentarem irregularidades no abastecimento.

A operação foi finalizada por volta das 18h em todo o Amazonas. Números preliminares, consolidados até as 16h, mostram que o Ipem havia fiscalizado 58 postos de combustíveis e os notificados apresentam irregularidades como erro acima do permitido pela legislação do Inmetro, lesando o consumidor na quantidade entregue de combustível em até 140 ml inferior ao declarado no painel da bomba medidora, além de vazamento no dispositivo eliminador de ar e gases, com potencial risco de explosão.

As vistorias verificaram se a quantidade indicada na bomba de combustível corresponde ao que está sendo entregue ao consumidor, bem como a qualidade do combustível e os preços praticados pelos postos fiscalizados. Também se verificou a validade dos produtos das lojas de conveniência dos postos, a transparência da composição dos preços ao consumidor, além de outras infrações administrativas e criminais.

A operação é inédita e coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) e da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). No Amazonas, participaram equipes da Polícia Civil, Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM), Instituto de Defesa ao Consumidor (Procon/AM), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Polícia Civil, Delegacia do Consumidor (Decon), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental e Marinha do Brasil.