Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de junho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações da Assessoria

O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) de Manaus, no Amazonas, informou que, caso não ocorram novos ataques contra ônibus do transporte coletivo na noite desta segunda-feira, 7, a frota completa deve circular normalmente a partir das 6h desta terça-feira, 8.

As equipes de fiscalização dos institutos estarão a postos, para orientar os usuários do transporte coletivo nos terminais de ônibus e nas principais estações da capital amazonense. Em razão dos atos de violência que ocorreram desde o início da madrugada do último domingo, 6, a operação do transporte coletivo em Manaus foi suspensa na manhã de hoje pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

Ataques

A onda de ataques criminosos começou na madrugada de domingo, 6, e teria sido desencadeada pela morte de um traficante conhecido como “Dadinho”, que morreu após confronto com policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) na noite desse sábado, 5, no bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus.

Segundo o secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Louismar Bonates, a ordem para os ataques partiu de dentro de um presídio. Ao todo, foram registrados 17 incêndios em veículos em Manaus, sendo sete ônibus. Espaços públicos e agências bancárias também foram alvos de criminosos.

As forças de segurança pública do Estado prenderam, até esta segunda-feira, 7, cerca de 31 pessoas envolvidas nos incêndios e depredações em veículos, espaços públicos e agências bancárias. Casos de ataques também foram registrados no interior do Amazonas, onde criminosos tentaram atear fogo em delegacias nos municípios de Careiro Castanho e Parintins.

Força Nacional

O ministro da Justiça e Segurança Pública e delegado da Polícia Federal (PF), Anderson Torres, anunciou na noite desta segunda-feira, 7, o envio de tropas da Força Nacional de Segurança para Manaus, após o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), solicitar a presença do reforço contra a série de ataques e incêndios criminosos registrados na capital.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.