Em Manaus, Lula reafirma acordo com Omar Aziz, Marcelo Ramos e outros aliados

Malu Dacio – Da Revista Cenarium

MANAUS – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontrou nesta segunda-feira, 7, com políticos do Amazonas, para tratar sobre as eleições de 2022, durante uma parada técnica em Manaus.

No encontro que ocorreu no hangar do Governo do Amazonas, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Lula se encontrou com o senador Omar Aziz (PSD), os deputados federais Marcelo Ramos (PSD) e José Ricardo (PT), o deputado estadual Sinésio Campos (PT) e a ex-senadora Vanessa Graziottin (PCdoB). O vereador Sassá da construção civil (PT), e o deputado federal Sidney Leite (PSD) também estiveram presentes.

A chegada do petista estava prevista para acontecer nesse domingo, 6, mas o voo precisou ser adiado. A vinda de Lula à capital amazonense era aguardada por admiradores e políticos apoiadores. Na comitiva do presidente estavam presentes a deputada federal pelo Estado do Paraná Gleisi Hoffmann, o ex-ministro das relações internacionais Celso Amorim e o fundador do PT, Aloizio Mercadante.

Lula encontra aliados em Manaus (Divulgação)

A reunião durou cerca de duas horas e entre os assuntos tratados foram destacados as eleições de 2022, as federações e os possíveis apoios políticos para essa campanha, além de uma possível vinda do ex-presidente já como candidato, no próximo mês, a Manaus.

Entre os presentes, apenas a ex-senadora Vanessa Grazziotin e Heron falaram com a imprensa, no local, após o encontro. Vanessa disse que apesar da reunião breve, Lula mostrou o seu otimismo com a candidatura e a possibilidade de vitória.

“Aos 76 anos, o único objetivo dele ser candidato a presidente da República é mudar o País para melhor. Ficou feliz em ver o leque de forças que vieram aqui ao aeroporto para apanhá-lo e, em breve, ele voltará a Manaus”, afirmou a ex-senadora.

Grazziotin disse que Lula lembrou que já ficou isolado por tempo demais. “Primeiro, na prisão injusta que todos nós sabemos, depois na pandemia e, agora, até meados do mês que vem. Em abril, eles pretendem fechar a federação. Hoje, temos 3 partidos. O PSB ainda está em discussão, mas há uma expectativa muito grande”, disse.

A ex-senadora, que confirmou que vai se candidatar ao cargo de deputada Federal pelo PCdoB, afirmou que Lula também disse ser novidade o objetivo do PT de fechar e anunciar a federação com outros dois partidos, até meados de abril. “Ou seja, até antes do final do prazo da janela”, afirmou.

Outro assunto debatido por Vanessa foi o decreto que reduz o IPI. “Ninguém é contra baixar o IPI, porque nós somos brasileiros. Nós somos a favor, agora tem que encontrar uma saída para, e o presidente Lula sabe muito bem disso. Enquanto presidente, ele sempre encontrou uma saída para a Zona Franca, não apenas no seu governo, como no da Dilma”, lembrou Vanessa.

“Não há como você criticar que seja diminuído o valor do tributo no Brasil. O que você tem que criticar é que não houve um tratamento especial para a Zona Franca de Manaus, no sentido de garantir a nossa competitividade. É essa a questão, né? Ele sempre teve o compromisso e sempre compreendeu a importância estratégica da Zona Franca de Manaus e que, portanto, a Zona Franca tem que ser tratada de maneira especial. Ele foi textual nisso”, salientou.

Em abril, Lula virá a Manaus

O ex-deputado estadual pelo PCdoB e professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Heron Bezerra, afirmou que, em abril, o presidente virá já como pré-candidato e, possivelmente, com as definições de federação oficializadas. Na federação que terá Lula como cabeça estarão os partidos PT, PCdoB e PV, até então.

Heron também destacou o papel que terá na campanha presidenciável. “Sou especialista em questão ambiental e ele pediu para que eu contribuísse com o seu futuro programa de governo, exatamente para dar ênfase a essa questão ambiental. Na fala inicial dele, enfatizou muito essa questão da importância de tratar a questão ambiental”, disse Heron.

O partido de Omar Aziz e Marcelo Ramos, o PSD, pode vir a ser parte de uma futura coligação com a federação, fortalecendo o palanque de Lula no Amazonas.

Apoio no Senado

À REVISTA CENARIUM, Omar Aziz (PSD) disse que Lula irá apoiar sua candidatura ao Senado. “Foi muito rápido. Ficamos de nos encontrar, em Brasília, porque ele tinha que voltar para São Paulo. Lula sabe da minha candidatura e me apoia”, afirmou.

O senador exaltou o diálogo e o trabalho feito no governo petista. “É sempre bom dialogar e trocar ideias ao lado de pessoas experientes que deram e dão grande contribuição ao desenvolvimento do Amazonas. Lula sabe que é muito bem-vindo ao nosso Estado e prometeu voltar”, destacou Omar.

Preocupação com a ZFM

O deputado federal José Ricardo disse que o encontro foi bom e que Lula está muito bem. “Lula está exposto, fez questão de, realmente, ter essa conversa conosco nesta parada aqui para abastecer o avião. Também se mostrou muito preocupado com a situação da Zona Franca de Manaus e reafirmou sua defesa à ZFM. Foi ele que prorrogou os incentivos e, portanto, manifestando assim a luta para manter as vantagens, manter esse projeto e para gerar emprego e renda”, contou José Ricardo.

O deputado disse que Lula lamentou que o governo atual esteja cortando incentivos, os programas sociais, empobrecendo a população e se disse preocupado com o Bolsa Família que, segundo Lula, foi cortado e deixando milhares de famílias de fora, sem receber nada.

“O seu programa pretende investir na pesquisa para poder, realmente, ter um projeto de desenvolvimento para o Amazonas e, ao mesmo tempo, fortalecer os programas sociais na moradia e na questão da energia. Lula está na questão da construção de alianças com os partidos, a nível nacional, seja com a federação ou com os apoios para a candidatura dele e a ampliação da bancada federal para poder o apoiar no Congresso. Ele está muito bem disposto e sempre com o carinho que tem com o Amazonas e isso vai ser muito bom para o Estado”, afirmou.

O ex-presidente Lula se encontrou com apoiadores políticos, em Manaus (Fotos: Revista Cenarium)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO