Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
17 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS- Com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a adoção e com intuito de levar alimentos aos animais em situação de abandono, um grupo de amigos biólogos se uniu para fazer ações voluntárias em prol da causa, nas ruas da capital amazonense, fundando o projeto “Caramelo Manaus”.

A iniciativa, que reúne ao menos dez pessoas, surgiu no mês de maio deste ano e atualmente abrange a área do porto da Ceasa, zona Sul de Manaus. Uma das principais dinâmicas do projeto “Caramelo Manaus” é distribuir comedouros em pontos estratégicos espalhados na cidade.

De acordo com uma das responsáveis pelo projeto, a bióloga Monique Brandão, 27 anos, a meta é realizar todo mês duas atividades intensas voltadas à distribuição de alimentação dos bichos abandonados nas ruas.

“Começamos devagar, ainda temos pouco tempo, mas já instalamos comedouros nos arredores do Porto da Ceasa e tivemos apoio do presidente do bairro e todos que viram as inciativas foram muitos receptivos. Além de levar alimento, também queremos falar da importância da castração que ajuda a diminuir a taxa de animais na rua”, conta Monique.

Para contribuir com o projeto, seja com doações de ração, valores, voluntariado ou patrocínio, é só entrar em contato pelo Instagram oficial do projeto @projetocaramelomanaus.

Para fazer doações é só entrar em contato com a equipe do projeto (Reprodução/ Divulgação)

Apoio para expansão

Apesar do pouco tempo do projeto, a equipe se mobiliza realizando bazar solidário para angariar verbas destinadas à compra das rações distribuídas aos animais.

“A ideia de montar um bazar surgiu como uma alternativa para conseguirmos dinheiro para ração. Então nós estamos o mês todo recebendo doações, enchendo o saco de amigos pedindo roupas”, conta a voluntária que faz questão de ressaltar também a necessidade de apoio dos donos de mercadinhos dos bairros.

“É muito bom quando os donos de mercadinhos abraçam a causa, sabe? são pequenas atitudes que fazem a diferença na sociedade”, pontua a bióloga.

O próximo bairro a ser atendido, de acordo com Monique, será o bairro do Mauazinho, também localizado na zona Sul de Manaus. A bióloga acredita que no local há uma grande concentração de animais que vivem em situação de rua. A meta é crescer aos poucos.

Dados

Até o ano de 2019, de acordo com um estudo feito pela Pet Brasil, existiam cerca de 172 mil animais abandonados vivendo sob os cuidados de ONGs espalhadas pelo país. Os dados apontavam também que, dos animais abandonados, a maioria eram cães, correspondendo a 96% contra apenas 4% de gatos largados ao abandono.

Em Manaus, não há dados atuais de quantos animais vivem pelas ruas da cidade em situações precárias, sem ao menos a alimentação básica para se manter saudável. Porém, segundo um levantamento feito por organizações não governamentais em 2014, revelou que até aquele ano, haviam quase 300 mil animais abandonados na cidade.

Aos que presenciarem algum ato de maus-tratos e abandono podem denunciar pelo Disque Denúncia 181, da Secretaria de Segurança Pública, ou pelo site da Delegacia Interativa.