Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
25 de setembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Da Revista Cenarium*

MANAUS – Durante operação neste fim de semana, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu seis caminhões transportando madeira e carvão de forma ilegal em menos de 24 horas na BR 174, que liga Manaus a Boa Vista, em Roraima.

A primeira grande apreensão ocorreu na manhã de sábado, 20, quando a equipe abordou duas combinações (caminhão trator + semirreboque) de veículos que chegavam a Manaus no KM 884.

Ao iniciar os procedimentos de fiscalização do condutor, veículo e carga, observou que havia indícios de ilegalidade no Documento de Origem Florestal (DOF) o que foi constatado depois em contato com a perícia da Polícia Federal do Amazonas.

Os dois condutores informaram à equipe que se tratava da primeira vez que faziam esse tipo de transporte. A madeira vinha do município de Rorainópolis-RR e tinha como destino o estado do Rio de Janeiro e Alagoas.

Nessas duas combinações foram apreendidas 53,08‬ m³ de madeira da espécie de Maçaranduba – Manikara spp.

Apreensão na madrugada de domingo

Na madrugada de domingo, 21, mais quatro caminhões foram apreendidos pela PRF desta vez na Unidade Operacional de Manaus no KM 927 da BR 174.

A primeira ocorrência foi por volta das 4h quando a equipe abordou um caminhão com um carga de 20m³ de carvão vegetal de resíduo.  Foi constatado que o condutor e a empresa transportadora não possuíam licença para realizar o transporte caracterizando o crime ambiental.  A carga tinha como destino a cidade de Manaus.

Por volta das 5h foram abordados mais dois veículos, após o início da fiscalização os policiais constataram mais ilegalidades nos documentos florestais, a empresa estava com Laudo de Origem Florestal Irregular, apresentando indícios de fraude o que foi constatado pela Polícia Federal.

Foram apreendidos 38 m³ de madeira da espécie Angelim pedra – Hymenolobium  e 25.29m³ da espécie Maçaranduba – Manikara spp configurando o Crime Ambiental. A carga tinha como destino o estado do Rio de Janeiro e Bahia.

Última apreensão

Por volta das 5h30 mais um veículo foi abordado, desta vez foram apreendidos 25,58 m³ de madeira da espécie Angelim-vermelho – Dinizia excelsa. A empresa também estava com Laudo de Origem Florestal Irregular. A carga tinha como destino o estado da Paraíba.

Todos os condutores foram encaminhados à Superintendência da Polícia Federal para realização dos procedimentos cabíveis. Os veículos estão à disposição da perícia da Polícia Federal.

No total foram apreendidos 121,95 m³ de madeira e 20 m³ de carvão.

*Com informações da Agência PRF