26 de fevereiro de 2021

Jennifer Silva – Da Revista Cenarium

MANAUS – O novo coronavírus, que dizimou a vida de diversos profissionais da saúde desde que foi registrado o primeiro caso no Brasil, também tem tirado a vida de profissionais de outros serviços considerados essenciais, como a Segurança Pública. Somente neste mês, 30 policiais militares morreram por complicações causadas pela Covid-19, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

De acordo com a SSP-AM, atualmente, 432 policiais militares do Amazonas estão em isolamento domiciliar e 16 internados para tratamento de Covid-19. As transferências para tratamento em outros estados ocorrem a partir do sistema de regulação da Secretaria de Estado de Saúde, com base nas condições clínicas do paciente e também no interesse dele ou da família na alternativa. Até o momento, quatro policiais da ativa estão em tratamento no Estado da Paraíba.

A cúpula da Segurança no Amazonas ainda informou que até a noite da última quarta-feira, 28, 113 policiais militares se recuperaram da Covid-19 e 30 membros da corporação morreram.

Um dos colegas dos PMs mortos fez uma homenagem ao militares, após o sargento Sérgio Augusto sofrer uma parada cardiorrespiratória e não resistir. Ele estava com Covid-19. O sargento esteve na linha de frente e ajudou a carregar cilindros de oxigênio para hospitais de Manaus durante a escassez do insumo no sistema de saúde.

Sérgio, que era agente da 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), passou mal no último sábado, 23, e ficou internado desde então no Hospital Militar de Área de Manaus, na Zona Sul. “Trinta PMs mortos desde o dia 1º… Mesmo com o risco da própria vida”, escreveu o 1º Tenente da Polícia Militar do Amazonas, Tale Renan.