20 de setembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Mencius Melo – da Revista Cenarium

MANAUS – Unir o sabor universal da culinária francesa aos encantos de um paraíso verde é a proposta do “Barco-Bistrô”, uma ideia simples e original que será lançada no próximo dia 5 de setembro em Manaus. A ideia é dar um passeio pelas paisagens da região como o “Lago do Janauary” e o famoso Encontro das Águas, cartão-postal amazonese, em um itinerário com duração de mais de seis horas.

A saída será da balsa vermelha – terminal a jato – do porto da Manaus Moderna, às 15h, com retorno previsto para as 22h. Por cuidados sanitários e funcionalidade, o passeio está programado para 16 clientes. Em entrevista à REVISTA CENARIUM, a chef Sthefany Lopes comentou sobre a ideia e outros detalhes do projeto.

A chef Sthefany Lopes em ação no preparo das delícias que irão fazer o paladar dos clientes do Barco-Bistrô (Reprodução/Divulgação)

“A ideia de misturar cruzeiro e degustação sempre existiu. Percebemos que faltava essa opção para os manauaras em matéria de comunicação com o rio, entendemos que passeios já existem, mas com essa proposta diferente é a primeira vez”. declarou.

Segundo Sthefany, o isolamento decorrente da pandemia estimulou a pôr o projeto em prática. “As pessoas estão receosas de viajar a destinos nacionais e internacionais, então opções como o barco-bistrô são muito bem-vindas porque são passeios seguros e com custo relativamente baixo”, destacou.

A delicadeza é o sabor das iguarias francesas darão o tom do primeiro passeio da nova modalidade de turismo local, que os sócios da Helicônia estão inaugurando (Reprodução/Divulgação)

Equipe franco-brasileira

A chef Sthefany Lopes faz parte de uma equipe de ‘apaixonados’ franco-brasileiros que decidiram se instalar no Amazonas e investir no turismo da região. Juntos Sthefanie Lopes, Rémy Harbonnier e Olivier Jaudoin montaram a Helicônia Agência de Turismo. No mercado há 10 anos, o empreendimento aposta em fazer girar a roda da economia baseada nas belezas do Amazonas.

Segundo Rémy Harbonnier, o passeio oferece uma dinâmica que permite aproximar os clientes da equipe. “Na primeira parte da navegação, iremos até o encontro das águas, no percurso apresentaremos a equipe e vamos interagir com todos. De lá partiremos para o Janauary e nesse trajeto serviremos quatro entradas e quatro sobremesas”, detalhou Rémy.

Ainda segundo ele, a proposta de inaugurar a modalidade de “barco-degustação” se ancorou na ideia da culinária francesa porque é uma referência mundial.

“Nossa ideia é oferecer a culinária francesa porque tem um chamariz universal, mas é claro que vamos diversificar para a culinária do Amazonas, afinal, somos franceses apaixonados pelo Estado e há 10 anos estamos lutando para valorizar a cultura amazonense”, declarou.

O belo espelho d’água do lago do Janauar é uma das atrações no roteiro do barco-bistrô (Reprodução/Internet)

Perfil de público

Agregando a sofisticação da culinária francesa ao charme natural do itinerário, a iniciativa é voltada para um público específico. “Nossa proposta é ter os manauaras como clientes em potencial, nossa meta é fortalecer o turismo local até porque é um passeio rápido, que cabe no bolso de todos, mas nada impede de repente, de fecharmos pacotes com turistas de outros estados e nacionalidades, tudo é possível”, ponderou Sthefany Lopes.

A ideia é realizar o passeio aberto ao público uma vez por mês, porém, caso necessário, ampliar não é está descartado. “Nossa proposta é fazer uma vez por mês, mas, já temos demandas para passeios fechados, tipo comemorações de aniversário, encontros empresariais e festas entre amigos”, detalhou Rémy.

“Caso a inciativa tenha mais procura, claro que iremos ampliar as datas e oferecer mais opções no calendário”, finalizou Sthefany Lopes. Quem quiser saber mais ou mesmo fazer reserva pode acessar o Instagram @barco.bistro , @chezsuzettee ou pelo whatsapp (92) 99144-2406.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.