27 de fevereiro de 2021

Com informações de O Antagonista

MANAUS – Na defensiva depois da divulgação das novas conversas da Lava Jato, o ex-juiz Sergio Moro recorreu ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STJ), contra a decisão de Ricardo Lewandowski que entregou a Lula as mensagens roubadas por hackers de autoridades da Lava Jato.

O recurso foi assinado por Rosângela Moro, esposa do ex-magistrado. No documento, ele argumenta que houve violação do princípio do juiz natural, segundo o site O Antagonista. 

O Ministro Edson Fachin já havia negado pedido semelhante apresentado pela defesa de Lula, que chegou a encaminhar o caso ao plenário do Supremo para análise. Lewandowski liberou os diálogos aos advogados do ex-presidente e nesta semana retirou o sigilo das conversas.

Após a divulgação das mensagens, Sergio Moro divulgou nota tentando reverter o polêmico quadro revelado em seus diálogos com o procurador Deltan Dallagnol.