Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
15 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações da Fórum

SÃO PAULO – Na última segunda-feira, 18, estreou no Brasil o novo filme do Tom & Jerry, produzido pela Warner Bros Pictures. Desde 2020 que a produtora vem trabalhando em inúmeras ações de marketing para divulgar o filme no país. Uma dessas ações, no entanto, vem causando polêmica pois conta com a participação do apresentador Carlos Massa, o Ratinho, que nessa quarta-feira, 17, fez apologia a um golpe militar no Brasil.

“Eu sei que o que vou falar aqui pode até chocar, mas está na hora de fazer [no Brasil] igual fez em Singapura. Entrou um general, consertou o país e, um ano depois, fez eleições. Mas primeiro consertou, chamou todos denunciados e disse: ‘vocês têm 24 horas para deixar o país ou serão fuzilados’. Limpou Singapura”, disparou o apresentador em um programa de rádio.

A declaração golpista de Ratinho se deu exatamente um dia antes da estreia do filme, o que rapidamente fez com que sua relação com a produção viesse à tona.

Há apenas uma semana que o apresentador se tornou garoto-propaganda do novo Tom & Jerry. Em uma imagem de divulgação, Ratinho aparece com os mascotes e anuncia que dublará o rato Jerry. Como o personagem, na verdade, não fala, trata-se de uma ação publicitária. A postagem do apresentador sobre o filme no Instagram, inclusive, contém o aviso #PatrocinadoPelaWB (patrocinado pela Warner Bros).

A presença de Ratinho na divulgação do filme revoltou fãs e internautas, que passaram a cobrar a Warner Bros sobre o fato da empresa estar se associando a alguém que pregou fuzilamento e rompimento da democracia no país.

Usuários das redes sociais preencheram os espaços de comentários nas publicações da Warner sobre o filme com críticas e resgatando a declaração golpista do apresentador. Muitos também avisaram para a produtora das supostas dívidas de impostos de Ratinho e uma condenação por trabalho análogo à escravidão em uma fazenda de sua posse.

(Reprodução Internet)

A Warner Bros ainda não se manifestou sobre as críticas.

Invasão das redes

Além das críticas à Warner Bros, internautas têm invadido os perfis de Ratinho nas redes sociais pregando punição ao apresentador por conta de sua declaração sobre golpe militar, já que apologia à ditadura é crime no Brasil, e também propondo boicote ao seu programa no SBT.

Confira.