Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
12 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações da assessoria

MANAUS – Desde que passou a integrar o “Escola Ativa”, uma parceria da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc-AM) com o Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), a Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Danilo de Mattos Areosa, localizada no município de Novo Airão, a 115 quilômetros de Manaus, tem reorganizado suas atividades com foco nos pilares principais do programa: o protagonismo juvenil e o Projeto de Vida dos estudantes.

Com isso, a unidade de ensino implantou, em 2019, uma nova disciplina em sua grade curricular, intitulada Protagonismo Juvenil, com o objetivo de apresentar aos alunos do Ensino Médio maneiras de se tornarem, como o próprio nome indica, protagonistas de suas próprias histórias.

“A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) preconiza a interface efetiva entre a escola e a comunidade, onde o aluno está inserido na busca de possíveis soluções para os problemas enfrentados. O desenvolvimento dos jovens protagonistas é o objetivo principal da proposta pedagógica do [programa] ‘Escola Ativa’, em execução nas escolas de ensino em Tempo Integral do Amazonas”, destacou o coordenador de Tempo Integral, Márcio Bentes.

Por meio do diálogo, os professores Clodoaldo dos Santos Barboza e Daniela Maria de Lima Melo dos Santos ajudam o estudante a estruturar seu Projeto de Vida, estipulando qual o curso (técnico ou superior) que deseja ingressar e quais caminhos seguir para, enfim, conquistar seu objetivo. Para que obtenham sucesso nessa jornada, os profissionais auxiliam o aluno na elaboração de uma agenda de estudos, pontuando os principais exames e vestibulares, por exemplo.

De acordo com o gestor da EETI Danilo de Mattos Areosa, Júlio Higino de Mattos Vieira, a ideia é que os estudantes iniciem, ainda na escola, a vida que desejam seguir após a conclusão do Ensino Médio. “Dentro dessa visão, nossos alunos passaram a se engajar em diversas atividades de cunho social e ambiental”, revelou o gestor da unidade.

Por conta da pandemia da Covid-19, as orientações presenciais da disciplina precisaram ser remanejadas para o ambiente virtual. Mesmo assim, Júlio pontua que o engajamento dos discentes não diminuiu. “Eles [os estudantes] ficaram superanimados quando o ‘Escola Ativa’ foi anunciado e compraram demais a ideia do programa. Claro que, por conta das aulas remotas, surgiram alguns obstáculos pelo caminho, mas nada que pudesse tirar a motivação dos nossos alunos”, acrescentou.

Integração 

Para driblar os desafios impostos pela pandemia, a EE Danilo de Mattos Areosa desenvolveu um trabalho essencial de mobilização dos estudantes, que integrou toda a comunidade escolar.

“Durante esse período, o trabalho de Busca Ativa realizado pela equipe escolar foi fundamental para que ajudássemos nossos alunos a manterem o foco não somente na disciplina, mas em todo o ano escolar. Nesse quesito, o contato do pedagogo com a família dos estudantes foi de extrema importância para que pudéssemos dar continuidade às atividades”, explicou Júlio.

De acordo com ele, além do contato por ligação telefônica e aplicativo de mensagens, a unidade realizou também visitas domiciliares, quando necessário. “Era importante que os alunos não perdessem o estímulo e que continuassem estudando”, completou o gestor.

Engajamento 

Um dos estudantes atendidos pela disciplina Protagonismo Juvenil, o jovem Ian Bencivenni Clark, da 2ª série, desenvolveu um projeto voltado à solidariedade e realizou a entrega de cestas básicas as 15 comunidades da reserva extrativista do Baixo Rio Branco e Rio Jauaperi. “Essa ação foi feita por pessoas que acreditam na solidariedade. Ao todo, foram distribuídas 250 cestas, seguindo todos os protocolos e medidas de enfrentamento à Covid-19”, afirmou Ian.

Ele, que nasceu e morou a vida toda próximo ao Rio Jauaperi, procedeu ainda com a segunda soltura de quelônios, ação que faz parte do projeto de preservação das quatro espécies existentes no rio. “Sinto-me muito feliz em apoiar essa iniciativa. Ajudar as pessoas e a natureza me faz sentir realizado”, finalizou o aluno da EE Danilo de Mattos Areosa.

Dentro da disciplina, os estudantes da unidade executaram também atividades que tivessem impacto no meio ambiente, tanto nas áreas próximas à escola quanto na praia do município. “Coordenados pela professora mestra Mayara de Araújo Silva e pelo professor especialista Mário Jorge Carmim, nossos alunos realizaram atividades de limpeza e conservação nesses espaços”, reforçou Júlio Higino.

Escola Ativa 

O projeto está presente em 18 Estados brasileiros e foi concebido a partir de uma visão do jovem que, ao final da Educação Básica, constitua uma forte base de conhecimentos e valores; não seja indiferente a problemas reais que estão no seu entorno e se apresente como parte da solução; e agregue um conjunto amplo de competências que o permita continuar seu aprendizado nas várias dimensões do seu cotidiano, executando o seu Projeto de Vida.

O Projeto de Vida é o eixo central do “Escola Ativa”, cujas ações devem contribuir na formação dos jovens estudantes para que sejam levados a refletir sobre seus sonhos, ambições e o que desejam para as suas vidas.