Ex-deputado do Amazonas, Miquéias Fernandes, morre aos 69 vítima de Covid-19

Nícolas Marreco – Da Cenarium

O ex-vereador e ex-deputado estadual, Miquéias Fernandes, de 69 anos, morreu na madrugada deste domingo, 26, vítima da Covid-19. Após saber a notícia, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), decretará luto oficial por três dias na cidade. O ex-parlamentar teve destaque na política amazonense nas décadas de 1980 e 1990.

Aproveitando a ocasião, o prefeito se pronunciou em um apelo, em que pediu reforço ao isolamento, em homenagem ao colega, que também era advogado e pastor. “Foi um grande político e uma grande pessoa para o Amazonas. Vou decretar luto oficial de três dias como uma forma de ser a última homenagem à ele, que lutou até o fim contra a Covid-19. Com isso, aproveito para reforçar o pedido de, quem puder, fique em casa”, declarou.

Nascido em Boa Vista (RR), Fernandes era casado e se formou em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Em 2016, recebeu da Assembleia Legislativa, o título de Cidadão do Amazonas, em reconhecimento pelos mais de 30 anos de exercício do Direito e ainda como vereador da capital de 1989 a 1991 e, em seguida, como deputado estadual por três mandatos consecutivos.

A Associação dos ex-Deputados Estaduais do Amazonas (Adeam) também emitiu nota de pesar, estendendo aos familiares, amigos e admiradores, assim como o prefeito Arthur. A primeira-dama, Elisabeth Valeiko avaliou que o novo vírus deve ser tratado com mais seriedade por todos. 

“Minha solidariedade aos amigos e familiares da família de Miquéias. Esse vírus tem que ser tratado com seriedade por todos, pois perdemos mais uma grande pessoa por conta dele. Que Deus possa consolar os corações dos familiares e amigos nesse momento de profunda dor”, completou ela, que também é presidente do Fundo Manaus Solidária.

Miqueias ocupou o cargo de vice-presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e foi deputado estadual do Amazonas por três vezes, exercendo várias lideranças na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO