Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações da revista Veja

Em meio à pandemia de Covid-19 que já mata mais de 2 mil pessoas por dia, o Exército vai gastar R$ 730 mil em brindes e materiais para fotografia, de acordo com informações da coluna Radar, da revista Veja. Dentre os brindes, um item que chama a atenção é a compra de soldados em miniatura em formato de Rambo, o clássico personagem de Hollywood que combatia o comunismo, em que serão gastos R$ 80 mil.

Além disso, a lista inclui 110 ‘kits para churrasco”, acondicionados em uma maleta de alumínio, com uma gravação a laser na tampa e com o brasão do Exército, com o custo total de R$ 18,4 mil.

Dentre os demais brindes que serão comprados estão: canetas, bonés e placas de todo o tipo. A compra está sendo feita pelo Batalhão Mauá, de Araguai, em Minas Gerais. No entanto, as compras serão também distribuídas em outras unidades do Exército.

Na semana passada, o Ministério Público Federal abriu investigação sobre a compra de cerveja pelo Ministério da Defesa, após o PSB entrar com uma representação sobre possíveis irregularidades em compras de cerveja e picanha feitas pela pasta, parte delas sem licitação.

O inquérito vai apurar “uso de recursos com ostentação e superfaturamento” e a “falta de zelo e responsabilidade com o dinheiro público” por parte das Forças Armadas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.