Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
18 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
Danilo Alves – Da revista Cenarium

BELÉM – O número de motociclistas que deixaram de usar capacete em rodovias estaduais lidera o ranking de multas aplicadas no mês de julho pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA). Ao todo, foram 654 registros, conforme o órgão. Só no último final de semana, 169 motociclistas foram autuados por conduzirem o veículo sem o item obrigatório no mês em que se celebra o Dia do Motociclista.

De acordo com o Detran-PA, devido ao período de veraneio, as autuações aumentaram cerca de 20%, em virtude do crescimento de circulação dos veículos nas rodovias do Estado. Só no quarto e penúltimo fim de semana das férias de julho, o órgão registrou 1.372 autuações de trânsito.

Condutor passeia pela avenida Duque de Caxias, no bairro da Pedreira, sem o capacete (Danilo Alves/Cenarium)

Dirigir com documento do veículo atrasado, transitar na contramão, com excesso de peso e sem cinto de segurança também estão entre as infrações mais cometidas nas estradas do Pará. Os municípios de Salinópolis (distante 241 quilômetros de Belém) e Santarém (distante 1.244 quilômetros de Belém) foram os locais com o maior números de infrações, 450 e 150, respectivamente.

Ingestão de álcool

Além da falta do capacete, o número de pessoas dirigindo sob ingestão de álcool também foi alto no último final de semana nas rodovias estaduais. Ao todo, 148 motoristas foram multados. O município de Salinópolis concentra 63% do total de autuações por alcoolemia, a maioria na rodovia PA-444, principal via de acesso às praias do Atalaia e Farol Velho. Em seguida, Santarém registrou 29% das multas por dirigir sob a influência de álcool.

O industriário Samir José Silva, 54, vai viajar de motocicleta este final de semana para o Distrito de Mosqueiro (distante 41 quilômetros de Belém), com a esposa. Ele contou sobre o descaso de alguns condutores de moto nas estradas. “Conduzir moto sem capacete parece até um ato considerado comum por alguns, pois eu já presenciei muitos condutores cometendo esta infração, inclusive aqui em Belém. No entanto, é preciso ter noção de que itens obrigatórios são para segurança do condutor”, comentou.

Motociclista morre no interior

O acidente foi registrado no quilômetro 6 da Rodovia Transamazônica (BR-230), no município Itaituba (distante 1.319 quilômetros de Belém), no último sábado (24). A motociclista Célia Balbino, 54, foi atingida por outro veículo, modelo Hilux. Ambos vinham em sentidos contrários quando colidiram de frente. Conforme informações do 23o. Batalhão da Polícia Militar, a motociclista estava sem capacete no momento do acidente.

O acidente ocorreu durante o final de semana no interior do Pará (Vídeo: Divulgação).

A PM também informou que Antoniel Conceição da Silva, motorista do carro, também ficou ferido. Ele apresentou lacerações na perna direita e algumas outras escoriações pelo corpo. De acordo com o Sargento Nascimento, do Corpo de Bombeiros, a Coordenadoria Municipal de Trânsito (Comtri) também esteve no local, O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Itaituba.