Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de setembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Iury Lima – Da Cenarium

VILHENA (RO) – Duas feiras realizadas na capital de Rondônia, Porto Velho, se propuseram a dar visibilidade para produtos artesanais, culinários, cosméticos e de outras variedades, fabricados por famílias de agricultores e mulheres empreendedoras.

As iniciativas foram viabilizadas, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e da Prefeitura de Porto Velho, com o intuito de fortalecer o trabalho e incentivar a independência financeira de pequenas empresas e produtores. 

Feira no Palácio Rio Madeira

A 5ª edição da Exposição da Agricultura Familiar foi realizada nessa sexta-feira, 30, em frente ao Palácio Rio Madeira, prédio da sede do governo do Estado.

Com protocolos adotados contra a disseminação do novo coronavírus, a população teve acesso a produtos agroindustriais de 21 expositores.

Da produção familiar do campo para a casa do consumidor, saíram itens como mel, palmito, cafés, chocolates, salames, defumados, embutidos, frutas e polpas, além de queijos e derivados. Para os setores de agroindústria e agricultura familiar, esta foi a retomada de uma ótima oportunidade de lucros, como foi para Nevaldir Klein e Luzinete Fernandes, que produzem queijo muçarela e manteiga no laticínio da família, na zona rural de Candeias do Jamari, município a cerca de 20 quilômetros da capital.

Queijos e manteigas naturais são produzidos em Candeias do Jamari, no laticínio da família. (Ésio Mendes/Governo de Rondônia)

Os produtos são naturais, pois não levam adição de conservantes e são feitos a partir do leite que o casal compra de conhecidos em sítios vizinhos.

Os cidadãos também saíram satisfeitos, pois para a sociedade significa o retorno gradual de um pequeno prazer cotidiano em tempos de insegurança e tantas precauções sanitárias: ir à feira. Sucesso, o evento agora retornará sempre no último fim de semana de cada mês, seguindo assim até dezembro. 

O evento teve 21 expositores e deve retornar uma vez por mês até o fim de 2021. (Ésio Mendes/Governo de Rondônia)

Mulheres independentes

Já neste sábado, 31, também em Porto Velho, a população prestigiou e apoiou o empreendedorismo feminino, adquirindo produtos da Feira da Mulher Empreendedora.

Na Paróquia São José Operário, zona Sul da capital (avenida Campo Sales, 4.777), o evento reuniu artesanatos, cosméticos, roupas, acessórios e até comida. O resultado foi trabalho de 80 mulheres donas de diversos talentos.

Feira da Mulher Empreendedora, na capital rondoniense, reúne 80 expositoras. (Wesley Pontes/Prefeitura de Porto Velho)

Interação e prestação de serviços

A feira ainda reservou uma apresentação pop cultural para quem esteve presente, que será feita por um grupo de dança ao estilo zumba.

Além disso, atendimentos sociais do Cadastro Único (Cadúnico) da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf) foram ofertados para quem tinha interesse. A população também teve acesso a atendimentos psicossocial, jurídico (como orientações civis e penais, sobre pensão alimentícia e orientação às vítimas de violência) e saúde.