30 de outubro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Carolina Givoni – Da Revista Cenarium*

MANAUS – O 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade (CriAtivar) vai discutir as problemáticas e soluções sobre empregabilidade e empreendedorismo trans no Brasil, com idealizadora e Coordenadora do projeto TRANSEMPREGOS, Márcia Rocha, neste sábado, 26, com transmissão no Youtube.

Na hora de procurar emprego ou mesmo abrir o seu negócio, homens e mulheres trans enfrentam dificuldades muito maiores que toda a comunidade LGBTQ, pois trazem consigo, não só as questões ligadas à sua orientação sexual, mas, sobretudo à identidade de gênero. 

A roda de conversa, conta com a participação de Ariel Nobre, artista e comunicador que idealizou o projeto “Preciso Dizer que Te Amo” – campanha de valorização da vida de homens trans desde 2015.

Além dele, compõem o time da diversidade, a advogada e vice Presidente comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB/RJ, Giowana Cambrone; a atriz Glamour Garcia, conhecida principalmente pelo projeto – “O Amor Que Não ousa Dizer seu Nome”.

Sobre o evento

Com transmissão em plataformas de streaming (@festivalcriativar), pelo Facebook e Youtube, a partir de Santos, o CriAtivar reunirá mais de 40 atividades gratuitas, divididas em quatro eixos temáticos, serão apresentados temas como economia criativa, inovação, construção de uma nova sociedade e novos paradigmas da economia local e mundial.  

O evento CriAtivar surge como uma convergência com a Santos Criativa – selo adotado pela cidade em 2015, quando passou a integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco, na categoria Cinema. Em 2020, a cidade realizaria, pela primeira vez na América Latina, o Encontro Anual da Rede de Cidades Criativas das Organizações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

(*) Com informações da Criativar

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.