Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de setembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Com informações da UOL

MANAUS – O conselho curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aprovou, nesta segunda-feira, 13, novas regras para o uso do dinheiro do fundo para financiamentos de imóveis populares.

A proposta apresentada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) aumenta o desconto no valor do imóvel financiado por famílias que ganham até R$ 2 mil.

A mudança também uniformiza as taxas de juros oferecidas a estas famílias no programa Casa Verde e Amarela, além de aumentar o valor dos imóveis que podem ser enquadrados como habitação popular, destinados a famílias com renda mensal bruta de até R$ 7 mil.

As novas normas só entram em vigor em 2022. Após a publicação da resolução pelo FGTS, o MDR terá 30 dias para regulamentar as condições operacionais, detalhando, por exemplo, como deve ser calculado o novo desconto.

A Caixa Econômica Federal tem mais 30 dias para fazer sua própria regulamentação, e os demais agentes financeiros terão prazo de 120 dias para adequar seus sistemas à nova norma.

Veja os detalhes das mudanças na UOL