2 de março de 2021

Com informações do G1

MANAUS – O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre aceitará as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010 a 2020, segundo portaria do Ministério da Educação (MEC) publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Na edição do primeiro semestre, cujas inscrições estão abertas, o Enem 2020 não pode ser usado na inscrição, já que os resultados da prova serão publicados no fim de março. Só são válidas as notas até 2019.

Pelo Fies, candidatos com renda familiar per capita de até três salários mínimos buscam o financiamento das mensalidades no ensino superior privado a juro zero.

Mudança nas vagas remanescentes

Na edição do segundo semestre, haverá uma mudança no preenchimento das vagas remanescentes, aquelas que “sobram” na etapa inicial de seleção. O critério não será mais por ordem de inscrição e sim pela nota do Enem. Com isso, o programa aprovará o candidato que teve melhor desempenho no exame, em vez de classificar o que se inscreveu mais rapidamente pela internet. O objetivo, segundo o MEC, é “oferecer maior transparência à distribuição das vagas”.

O edital do segundo semestre ainda não foi publicado, portanto, não há data de inscrição definida.