Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações do O Globo

SÃO PAULO – Prestes a presidir a Comissão de Meio Ambiente da Câmara, a deputada Carla Zambelli, do PSL de São Paulo, já acusou ONGs de queimarem a Amazônia, sem provas.

“ONGs, que supostamente deveriam estar protegendo, estavam colocando fogo na Amazônia para criminalizar um governo que é novo, de direita”, afirmou Zambelli em abril de 2019, durante um evento promovido pela ONU em Berlim.

Na ocasião, a bolsonarista também disse que “nunca a Amazônia queimou tão pouco”, o oposto do que mostram dados oficiais.

O discurso de Zambelli segue a cartilha de Jair Bolsonaro, que no ano passado disse na Assembleia Geral da ONU que índios e caboclos queimavam a Floresta Amazônica, sem qualquer embasamento.

O acordo para Zambelli comandar o colegiado foi costurado pelo Planalto com Arthur Lira.