26 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Náferson Cruz – Da Revista Cenarium

MANAUS – As toras de madeira nativa do bioma amazônico apreendidas por agentes da Polícia Federal (PF) chama atenção pela sua gigantesca proporção, assemelhando-se a uma extensa ponte sobre o rio. O volume de madeira acondicionado sobre uma balsa foi apreendido no final da tarde de segunda-feira (16), no rio Mamuru, na região de Parintins, a 364 quilômetros de Manaus.

De acordo com informações preliminares, a carga contendo 2.700 m3 de madeira havia sido declarada como sendo originária do município de Juruti, no Pará, e estava sendo escoada por rios amazônicos.

Estima-se que o valor declarado da carga apreendida é de aproximadamente R$550 mil, entretanto, a PF ainda vai apurar a quantia real das toras de madeira apreendidas.

A PF informou ainda que as espécies florestais da carga de madeira não correspondiam às informações declaradas nas Guias Florestais (GFs). Diante das divergências, as respectivas guias eram inválidas nos termos da legislação que disciplina o transporte florestal.

A região, há algum tempo, vem sendo monitorada pelos agentes federais com o objetivo de identificar as áreas de exploração e de escoamento das madeiras, bem como os locais de embarque da carga.

Os documentos da tripulação e do comandante foram recolhidos e serão analisados na apuração de possíveis responsabilidades por crimes ambientais.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.